Política

Produtores vão fazer outro apelo a João Carlos sobre a penitenciária

Da Redação ·
 Produtores vão fazer outro apelo a João Carlos sobre a penitenciária
fonte: Divulgação
Produtores vão fazer outro apelo a João Carlos sobre a penitenciária

Produtores rurais e proprietários de chácaras na estrada de São Domingos, onde fica o terreno de dois alqueires adquirido pela Prefeitura para a construção de uma penitenciária em Apucarana, vão tentar uma nova audiência com o prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB). Este foi o resultado da nova rodada de discussão que o grupo teve com os vereadores, na noite desta segunda-feira (19), pouco antes de iniciada a sessão ordinária.

continua após publicidade

O clima era de revolta nos pronunciamentos. Para o grupo, a população não está devidamente informada a respeito da localização do terreno. “Toda a imprensa vem falando que a penitenciária vai ficar na região de São Domingos e isso não é verdade. A penitenciária vai ficar a dois quilômetros e meio da cidade, portanto muito mais perto de Apucarana que de São Domingos”, afirmou Agnaldo Reis.

continua após publicidade

Para o grupo, a alegação de que é preciso investir na penitenciária para desativar o minipresídio não tem fundamento. “Eles dizem que o minipresídio é uma bomba relógio, pois está dentro da cidade. Pois em poucos anos a cidade estará na região onde se localiza o terreno comprado para a penitenciária. A bomba relógio só vai mudar de lugar”, acrescentou Josevaldo Ângelo Figueiredo. O grupo pretende
sensibilizar o prefeito sobre a existência de outras áreas. O vereador Valdir Frias (PTB), por exemplo, sugeriu a utilização de uma área na região do Contorno Sul, entre o Motel Paradise e a Fazenda Mineira. “Ali seria de fácil acesso para a Polícia e para os familiares dos presos. Não seria necessário investir em rodovia, pois já está pronta, e a área já é do município”, afirmou o vereador.


Mauro Bertoli (PTB), líder do prefeito, ficou responsável de agendar o encontro com João Carlos. Durante a reunião, porém, Bertoli foi enfático ao dizer que há grandes chances de a penitenciária ser construída no terreno já apresentado por João Carlos. “A área já foi vistoriada pela Secretaria de Justiça e pelo IAP. Ali é a única bacia hidrográfica que pode receber esse tipo de investimeento”, frisou Bertoli. O presidente da Câmara, Alcides Ramos (DEM), diz que o projeto de doação do terreno precisa ser votado na próxima segunda-feira (26), pois o prazo regimental de 45 dias já está se esgotando.