Política

Vereador Júnior comemora recursos para Central do Paraná

Da Redação ·
Júnior da Femac recebeu a confirmação dos repasses através de Rodrigo Rocha Loures, hoje assessor do vice-presidente Michel Temer
fonte: Divulgação
Júnior da Femac recebeu a confirmação dos repasses através de Rodrigo Rocha Loures, hoje assessor do vice-presidente Michel Temer

O vereador Júnior da Femac (PDT) reiterou hoje que já foram liberados R$ 252.640,00 pelo Ministério das Cidades para as obras de melhorias na Avenida Central do Paraná. No total, são dois convênios que totalizam R$ 400 mil, conseguidos por Júnior através de duas emendas parlamentares, sendo uma do então senador Osmar Dias e outra do ex-deputado federal Ricardo Barros.

continua após publicidade

O vereador explica que a obra toda custa R$ 862 mil, sendo R$ 462 mil de recursos próprios do município, a título de contrapartida, e R$ 400 mil de repasse do Ministério das Cidades. “Só temos que comemorar, pois a liberação de mais esta parcela demonstra que gradativamente o governo federal está liberando toda a verba que estava prevista”, afirma o vereador.

continua após publicidade


Segundo ele, em 2010 foi liberada uma primeira parcela, no valor de R$ 40 mil. Por conta da mudança de governo e da contenção de despesas feita pela presidente Dilma Roussef, os demais repasses foram temporariamente suspensos. Júnior procurou a então senadora Gleise Hoffmann, atual ministra Chefe da Casa Civil, relatando o caso. No mês passado, ele voltou a Brasília, onde se encontrou com o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, hoje assessor do vice-presidente da República, Michel Temer, para retomar o assunto. “É um processo trabalhoso, mas que vale a pena, pois posso garantir que a parte que cabe ao governo federal será integralmente cumprida”, diz o vereador.

Os contratos da Central do Paraná são os de número 311520-66 e 315427-11 e podem ser acompanhados no site da Caixa Econômica, no link “governo” “acompanhamentos de obras”. “Batalhei muito, desde 2009, pela liberação desses recursos, cheguei a ser criticado por alguns, que disseram que a verba jamais seria liberada, mas o resultado está aí. Esta é uma obra que está se tornando realidade graças a muito trabalho, a muita dedicação e a uma grande parceria da qual, reafirmo, tenho a satisfação de fazer parte desde o primeiro momento”, finaliza o vereador.