Política

Dilma dribla seguranças para falar com o povo

Da Redação ·
Dilma dribla seguranças para falar com o povo na saída do aeroporto
fonte: Arquivo
Dilma dribla seguranças para falar com o povo na saída do aeroporto

A presidente Dilma Rousseff quebrou protocolos e surpreendeu a multidão que a esperava na chegada ao aeroporto de Rio Preto na sexta-feira (19) de manhã. Ela driblou o forte esquema de segurança para chegar mais perto do povo.

continua após publicidade

Simpatizantes e curiosos disputaram espaço para ver a passagem do carro que levava a presidente. Mas quando eles menos esperavam, Dilma desceu do veículo e distribuiu beijos e abraços à população.

Depois, a presidente seguiu para o conjunto habitacional Nova Esperança. Lá, outra multidão esperava por ela.

continua após publicidade

A vinda de Dilma a Rio Preto também mobilizou moradores de cidades da região e grupos de manifestantes. Cerca de 12 mil pessoas participaram do evento.

Com faixas, cartazes e rostos pintados com as cores da bandeira do Brasil, os grupos criticaram e vaiaram o presidente da Câmara de Rio Preto, Oscarzinho Pimentel. O prefeito, Valdomiro Lopes também não escapou das vaias.

Outros preferiram protestar sozinhos e em silêncio. O entregador Leandro Ribeiro, 31, levou um cartaz com a frase: “Querida Dilma. Eu tô com fome. Dá um pão pra mim comer”.

continua após publicidade

Mas nada atrapalhou a alegria de quem esperou para receber a tão sonhada casa própria. Márcia Regina Mori, 47 anos, foi a primeira pessoa a chegar ao local. Foram quase seis horas na fila até conseguir a chave do imóvel.

Segurança /Um grande esquema foi montado para proteger a presidente. Só a Polícia Militar disponibilizou 230 homens. Desses, 50 fizeram a escolta do aeroporto ao residencial. Também houve reforço de 80 homens das polícias Civil, Federal e oficiais do Exército.

‘A chave da casa é da mulher’, diz Dilma a Maria

continua após publicidade

“A chave da casa é da mulher. É você quem cuida da família”, disse a presidente Dilma Rousseff à merendeira Maria Betânia de Freitas, 36 anos.

Maria foi uma das 1.193 pessoas que receberam as chaves das casas do Nova Esperança, nesta sexta-feira (19). E foi das mãos da presidente que a merendeira recebeu. Ela levou a família toda para participar do evento. Além do marido Anderson, foram os quatro filhos (duas duplas de gêmeos).

Mas não foram só moradores que estiveram no local. Muita gente aproveitou para ganhar um extra vendendo de churrasquinho a assinatura de tv a cabo. Como a ambulante Nilva Jesus, 43, vendedora de doces. Ela e a filha Vanessa, 12, tiraram o dia para trabalhar e ver a presidente.