Política

Já ministro da Defesa, Amorim vai a evento de relações internacionais

Da Redação ·

Nomeado ministro da Defesa hoje (5), Celso Amorim cancelou a entrevista coletiva que daria às 12h, na Universidade Estadual da Paraíba. Amorim deve fazer um rápido pronunciamento, mas, segundo a assessoria da instituição de ensino, é provável que ele se limite a falar sobre política externa e o processo de internacionalização do Brasil.

continua após publicidade

Ainda de acordo com a assessoria da universidade, Amorim justificou o cancelamento da entrevista alegando estar impedido de falar sobre as mudanças na pasta que comandará em substituição a Nelson Jobim, que deixou o cargo ontem (4) em razão de recentes declarações que causaram desconforto ao governo federal. A nomeação de Amorim e a exoneração de Jobim estão publicadas no Diário Oficial da União de hoje.

continua após publicidade

Amorim está em João Pessoa desde ontem (4). De acordo com a assessoria da universidade, o convite para que o ex-chanceler fizesse uma palestra sobre Relações Internacionais e a política externa no governo Lula foi feito há mais de um mês pela Coordenadoria de Assuntos Institucionais e Internacionais (CAII) da instituição. Apesar do cancelamento da entrevista, a palestra está mantida para o final desta tarde.

continua após publicidade

O evento teve mais de 500 inscritos de universidades da Paraíba, de Pernambuco, do Rio Grande do Norte, Maranhão, entre outros estados. A palestra ocorrerá no auditório da Estação Ciência, onde, durante a manhã, Amorim se reuniu com políticos e acadêmicos locais.

Ex-chefe das missões brasileiras na Organização das Nações Unidas (1995-1999) e na Organização Mundial do Comércio (1999-2000), Amorim foi ministro das Relações Exteriores entre os anos 2003 e 2010, sendo substituído pelo ex-secretário geral do ministério, Antonio Patriota, no início do governo Dilma Rousseff.