Política

Marquinhos reafirma seu voto em 11 vagas

Da Redação ·
 Marquinhos: “Tenho andado por toda a cidade e este é o desejo da população. A voz do povo é a voz de Deus”
fonte: Divulgação
Marquinhos: “Tenho andado por toda a cidade e este é o desejo da população. A voz do povo é a voz de Deus”

O vereador Marcos Martins (PTC) reafirmou nesta quinta-feira (28) o seu voto para que a Câmara de Apucarana tenha 11 vagas – e não 19, como vem sendo proposto. Ele desmentiu especulações dando conta de que teria mudado de opinião. “Desautorizo qualquer pessoa a falar em meu nome sobre este assunto. Desde o início, sou favorável a 11 vagas. Tenho andado por toda a cidade e este é o desejo da população. A voz do povo é a voz de Deus”, assinala Marquinhos.

continua após publicidade

Para ele, a Câmara vai ficar sem autonomia para pedir melhorias na cidade se aumentar os seus gastos. “Fui relator de uma CPI que apontou uma dívida de mais de R$ 240 milhões. Respeito a opinião dos demais vereadores, mas desde o princípio a minha palavra é uma só: voto para que Apucarana continue com 11 vereadores”, frisou Marquinhos.

continua após publicidade

Ele também assumiu o compromisso de assinar a proposta de emenda à Lei Orgânica apresentado pelo vereador Aldivino Marques, o “Val”. “Vou votar conforme pede o povo. Se a gente não respeitar a vontade do povo, então não precisa nem ter eleição”, finalizou.