Política

Prefeito de Tamarana (PR) é suspeito de enriquecimento ilícito

Da Redação ·

A Prefeitura de Tamarana, no Norte do Paraná, a 67 km de Londrina, é investigada por suspeita de fraude em licitações. A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime (Gaeco), começaram uma operação na cidade na manhã desta segunda-feira (25).

continua após publicidade

O prefeito de Tamarama, Roberto Siena, é suspeito de enriquecimento ilícito e favorecimento de empresas em licitações. De acordo com informações do Gaeco, várias empresas ligadas ao mesmo sócio e a parentes do prefeito, estariam disputando as licitações e garantindo os contratos. As empresas vencedoras destas licitações atuam nas áreas de alimentos, transportes e terraplanagem.

Nesta manhã (25), equipes do Gaeco fizeram buscas na casa do prefeito, da mãe do prefeito e também na prefeitura. Uma mansão que está sendo construída pela família de Siena também foi vistoriada.

continua após publicidade

O prefeito teria negado qualquer irregularidade e afirmado que a mansão foi financiada, e não teria dinheiro público envolvido na obra.

O diretor de uma das empresas contratadas pela Prefeitura de Tamarana foi preso por porte de arma, mas foi solto depois de pagar R$ 1.009 de fiança.