Paraná

Vítimas de chacina no Paraná são identificadas; saiba mais

Um bebê, de oito meses, que estava na casa e era filho do casal, foi poupado pelos criminosos

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Wellington Vieira de Andrade, de 21 anos e a sua esposa, Jaine Shaiane Fernandes, de 27 anos
fonte: Reprodução
Wellington Vieira de Andrade, de 21 anos e a sua esposa, Jaine Shaiane Fernandes, de 27 anos

As cinco pessoas que foram mortas a tiros dentro de uma casa em Irati, na região central do Paraná, já foram identificadas nesta sexta-feira (16).  As vítimas são: Alex Cesar Ferreira, de 24 anos, que usava tornozeleira eletrônica, Danilo Vinicius Conrado, de 18 anos, Ednaldo de Souza Nascimento, de 33 anos, Wellington Vieira de Andrade, de 21 anos e a sua esposa, Jaine Shaiane Fernandes, de 27 anos. Um bebê, de oito meses, que estava na casa e era filho de um casal, foi poupado pelos criminosos. 

continua após publicidade

O crime aconteceu na noite de quinta-feira (16), por volta das 20h30, em uma residência localizada na Vila São João.  O caso chocou a população da cidade, que não costuma registrar esse tipo de crime violento. 

A Polícia Militar (PM) foi chamada e a Polícia Civil investiga o caso. Até agora, o que se sabe, é de que pelo menos três suspeitos teriam invadido uma casa e assassinaram as vítimas. De acordo com a polícia, foram vários tiros de de arma de fogo, de calibre 12, além de de armas pequenas, possivelmente um revólver ou pistola. 

continua após publicidade

Ainda de acordo com a polícia, até um facão foi utilizado, uma das vítimas estava com cortes na cabeça. Além do bebê, uma outra pessoa, uma jovem que seria irmã de uma das pessoas assassinadas, estava na residência no momento da chacina e sobreviveu. Ao ouvir os disparos, ela se escondeu embaixo da cama e conseguiu escapar, a jovem precisou ser levada para receber atendimento médico, pois ficou em estado de choque. A moça será ouvida pela Polícia Civil.

A polícia repassou que três pessoas moravam na casa alvo e outras duas estavam apenas visitando os conhecidos. Pelo menos uma das vítimas, que a princípio seria Danilo, pode ter morrido “de graça”, estava apenas no local e hora errados. A suspeita é que o crime teria sido motivado por causa de uma desacerto anterior com a pessoa que usava tornozeleira.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de União da Vitória e, após liberados, devem ser velados em Irati. Os familiares das vítimas estão inconformados com tamanha violência e pedem justiça. 

A Polícia Civil segue investigando o caso.   

 O crime aconteceu na noite de quinta-feira (16), por volta das 20h30 fonte: Reprodução
O crime aconteceu na noite de quinta-feira (16), por volta das 20h30
GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News