Mais lidas
Ver todos

    Paraná

    Vereadores de Curitiba rejeitam lei para multar festas clandestinas

    Foto por
    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Os vereadores de Curitiba rejeitaram o projeto de lei que multaria em R$ 15 mil o dono do imóvel que realizasse festas clandestinas na cidade durante a pandemia causada pelo coronavírus.

    O projeto inscrito pelo vereador e professor Euler (PSD), foi rejeitado com 21 votos contra e 11 a favor, com duas abstenções. Em depoimento o vereador responsável pelo projeto demonstrou sua indignação com o resultado.

    “Não se trata de tentar coibir aquela reunião familiar. Aquele almoço que você faz com seus parentes ou até com amigos”. O autor do projeto também ressaltou que, o proprietário que aluga ou cede o imóvel para esse tipo de celebração, faz piadas e dá risada das autoridades quando recebem a multa de R$ 899, por isso, os casos são cada vez mais comuns na região. 

    Nos últimos meses, a polícia e as autoridades da cidade de Curitiba e da região, têm realizado muitas operações para interromper as festas clandestinas.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    A luta das mulheres por direitos no Brasil, com Aline Rocha e Gabriela Sacchelli

    Deixe seu comentário sobre: "Vereadores de Curitiba rejeitam lei para multar festas clandestinas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.