Paraná

Vereador é empossado por videoconferência direto da cadeia

Vereador de Alvorada do Sul foi preso antes da eleição suspeito de chefiar tráfico de drogas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Vereador é empossado por videoconferência direto da cadeia
fonte: Divulgação
Vereador é empossado por videoconferência direto da cadeia

Tomou posse nesta quarta-feira (13) através de videoconferência, o vereador de Alvorada do Sul, no norte do Paraná, que foi reeleito na prisão. Diogo Canata, que está preso no município vizinho de Bela Vista do Paraíso desde julho do ano passado, foi empossado por determinação judicial. Para o ato de posse, um telão foi instalado na Câmara de Alvorada da Sul, onde os outros sete vereadores empossados no dia 1 de janeiro acompanharam a solenidade.

continua após publicidade

Diogo Canata foi o quarto vereador mais votado da cidade e garantiu uma cadeira na Câmara mesmo sem fazer campanha. Ele está preso desde julho de 2020, quando uma operação da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) apontou o vereador como um dos chefes do tráfico na cidade. Na operação, segundo a polícia, os agentes encontraram na casa do vereador aproximadamente 30 quilos de crack e armas. Após a prisão, o vereador foi afastado do cargo e teve o salário suspenso. Contudo, como o caso ainda não foi julgado, Canata não teve seus direitos políticos suspensos e pode participar das eleições.

Como está preso, os demais vereadores devem definir nos próximos dias se ele vai receber os subsídios pertinentes ao cargo. O subsídio pago aos vereadores do município é de R$ 4,8 mil.

continua após publicidade

"Nunca vi algo desse tipo, mas se o juiz liberou ele concorrer a eleição e o diplomou, a Câmara deve empossá-lo. A posse foi determinada pela Justiça, não é uma decisão nossa. Agora, a comissão vai definir se ele recebe ou não o subsídio. No ano passado, o salário foi suspenso", informou o presidente da Câmara de Alvorada do Sul, Nivaldo Palaro em entrevista ao G1 Paraná.