Paraná

Vacina da UFPR contra a Covid-19 deve ser testada em humanos

A instituição desenvolve, desde 2020, um imunizante contra a doença com insumos 100% brasileiros e com baixo custo de produção

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Conforme a UFPR, ainda não há um prazo oficial para a resposta da Anvisa
fonte: Marcos Solivan/UFPR
Conforme a UFPR, ainda não há um prazo oficial para a resposta da Anvisa

A Universidade Federal do Paraná encaminhou à Agência Nacional de Vigilância (Anvisa) um pedido para a testagem da vacina contra a Covid-19 em humanos.

continua após publicidade

A instituição desenvolve, desde 2020, um imunizante contra a doença com insumos 100% brasileiros e com baixo custo de produção. A pesquisa conta com doação de recursos adicionais para o desenvolvimento da vacina.

Conforme a UFPR, ainda não há um prazo oficial para a resposta da Anvisa, mas a expectativa é de que nos próximos meses possa ser iniciada a testagem da vacina.

continua após publicidade

“A vacina de fato protege da doença e tem capacidade neutralizante do vírus," afirma o professor da instituição e um dos responsáveis pela pesquisa, Emanuel Maltempi de Souza.

Após a aprovação da Anvisa, conforme a instituição, será necessária a contratação de uma empresa para a produção do imunizante para teste. Isso porque a UFPR não dispõe de estrutura adequada para a produção da vacina para humanos.

"A gente produz a vacina em ambiente de laboratório, para teste em animais, mas isso não é permitido para que eu use este produto produzido aqui (laboratório) em pessoas. Ela tem que sair de uma fábrica de vacinas. Então fábrica nós não dispomos na UFPR. Outra atividade que vamos depender de uma contratação,' comenta o professor.

Com informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News