Paraná

UEPG recebe bolsa de pesquisa sobre bactérias na agricultura

O projeto tem como foco principal potencializar os efeitos das Bactérias Promotoras do Crescimento de Plantas na agricultura através de um melhor entendimento da interação planta-bactéria

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Grupo da UEPG aprova pesquisa sobre bactérias na agricultura no Cnpq
fonte: Fábio Ansolin/UEPG
Grupo da UEPG aprova pesquisa sobre bactérias na agricultura no Cnpq

Professores da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) tiveram um projeto de pesquisa aprovado na Chamada Universal do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), na Faixa B – Grupos Consolidados, nesta semana. O projeto visa potencializar os efeitos das bactérias promotoras do crescimento de plantas na agricultura, para torná-la menos dependente de fertilizantes.

continua após publicidade

O projeto tem como foco principal potencializar os efeitos das Bactérias Promotoras do Crescimento de Plantas na agricultura através de um melhor entendimento da interação planta-bactéria e da utilização de carreadores ditos “inteligentes”, buscando aumentar a produção de alimentos, reduzir o consumo de fertilizantes e mitigar os danos ambientais.

Para isso, a equipe é multidisciplinar, envolvendo pesquisadores de diferentes expertises como bioquímica, microbiologia, química, biologia molecular, agronomia e colaboração da iniciativa privada.

continua após publicidade

“A ideia do projeto surgiu a partir de estudos que já estamos desenvolvendo no LABMOM da UEPG há alguns anos. Até o momento, esse estudo já gerou o registro de uma patente no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e abriu oportunidades de parcerias com a iniciativa privada através da Agência de Inovação e Propriedade Intelectual (AGIPI). A parceria com as empresas produtoras de inoculantes é importante para permitir o acesso do produtor a essas novas tecnologias e assim acelerar a sua utilização na agricultura”, ressalta a professora Carolina Weigert Galvão.

O projeto será desenvolvido no Laboratório de Biologia Molecular Microbiana da UEPG (LABMOM) e contará com a participação dos professores Rafael Mazer Etto e Michele Karoline Lima Tenório (ambos do DEQUIM/UEPG), além dos alunos de iniciação científica e do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/UEPG.

O projeto ainda tem a participação de pesquisadores de outras instituições, como Ernandes Taveira Tenório Neto, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU); Éderson da Conceição Jesus e Marcelo Sfeir de Aguiar, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); e Artur Soares Pinto Junior, da Empresa Simbiose.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News