Toque de recolher se encerra nesta quinta no Paraná; medida pode ser prorrogada - TNOnline
Mais lidas

    Paraná

    Coronavírus

    Toque de recolher se encerra nesta quinta no Paraná; medida pode ser prorrogada

    Toque de recolher se encerra nesta quinta no Paraná; medida pode ser prorrogada
    Foto por Divulgação/RPC Curitiba
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 14.12.2020, 12:15:20 Editado em 14.12.2020, 12:48:34
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Durante o mês de novembro, o Paraná teve um aumento de casos de Covid-19 e óbitos ocasionados pela doença. Então, o governo do Estado decidiu impor medidas para frear o avanço do coronavírus. Uma medida imposta pelo governo foi o "toque de recolher", que estabelece um limite de horário para a circulação de pessoas durante a noite.

    A medida passou a valer na quarta-feira, dia 2 de dezembro, e tinha prazo de vigência de 15 dias, podendo ser prorrogado ou não. Sendo assim, na próxima quinta-feira (17), o governo decide se prorroga ou não o decreto. 

    Para apoiar ainda mais o decreto estadual, houve o acompanhamento dos decretos municipais, onde as cidades, além de aderir ao toque de recolher, também emitiram ou retomaram normas do período mais crítico da doença. 

    De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), neste domingo (13) foram registrados 1.360 novos casos e 11 óbitos pela doença no Paraná. No total, o Estado soma 326.927 casos e 6.705 mortes causadas pela Covid-19. 

    Com informações; Bem Paraná

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Paraná

    Deixe seu comentário sobre: "Toque de recolher se encerra nesta quinta no Paraná; medida pode ser prorrogada"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.