Paraná

Suspeito de matar transexual em Londrina se apresentou e foi liberado

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Suspeito de matar transexual em Londrina se apresentou e foi liberado
fonte: da redação
Suspeito de matar transexual em Londrina se apresentou e foi liberado

Um suspeito de matar Sandra Beatriz Rangel, de 23 anos se apresentou com advogado para a Polícia Civil, em Londrina e foi liberado em seguida. Ele matou a transexual a tiros num motel da cidade e ainda teria passado por cima do corpo dela em fuga. O homem também entregou a arma usada no crime e confirmou que atirou três vezes na cabeça dela por legítima defesa, ao supostamente reagir a um assalto.

continua após publicidade

Ele disse ainda que dois homens o abordaram armados de faca próximo da rodoviária quando parou de carro e o teriam obrigado a seguir até o local, no motel. Para acertar Sandra, ele disse que os demais que estariam com ela fugiram ao ver que tinha uma arma no carro.

O homem de 30 anos, segue investigado, estava acompanhado do advogado e foi liberado após o depoimento. Ele está fora do prazo de flagrante, portanto deve responder inicialmente em liberdade até o julgamento do caso.

continua após publicidade

Da Redação com Tem Londrina