Mais lidas
Ver todos

    Paraná

    Semana é marcada por ampliação de leitos e medidas restritivas

    Foto por Divulgação
    Escrito por Aline Andrade
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Diante da escalada do número de casos de Covid-19 no Paraná, o governador Carlos Massa Ratinho Junior determinou novas medidas restritivas de circulação exclusivas para a Região Metropolitana de Curitiba, área que concentra o maior número de casos. Uma outra outra medida, que alcança todo o Paraná, é a restrição na venda e consumo de bebidas alcoólicas para auxiliar o controle das aglomerações. O Paraná atingiu nesta semana a marca de 12.785 casos e 419 mortos.

    Ao mesmo tempo, o Governo do Estado reforçou a programação de leitos de UTI e de enfermaria exclusivos para o enfrentamento da doença. Foram ativados mais de 100 novos leitos de UTI em diversas regiões do Paraná e o número total de novos espaços exclusivos para tratamento das infecções já alcança 749. Também foi autorizada a contratação de novos profissionais para atendimento nos hospitais universitários.

    A semana também foi marcada por novas redes de solidariedade e por orientação aos profissionais que trabalham em frigoríficos e nas cooperativas, fundamentais para a economia paranaense.

    O Governo do Estado autorizou o início das obras de ampliação da sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ivaí e Região (Cisvir), que é um centro de especialidades médicas, e manteve o rigor sobre a transparência no controle de gastos e a divulgação da queda de arrecadação dos cofres públicos, o que torna o Paraná referência nacional de acesso aos dados públicos.

    NOVAS MEDIDAS

    Bebidas alcoólicas

    O governador Ratinho Junior assinou o decreto 4.886/20 que orienta os municípios de todo o Estado a considerar a restrição da comercialização e do consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos depois das 22 horas e até as 6 horas do dia seguinte. O texto terá validade de 14 dias a partir deste sábado (20). O decreto também indica que a Secretaria de Estado da Segurança Pública deverá intensificar operações de fiscalização e orientação, a fim de coibir aglomerações.

    RMC

    O governador assinou um decreto (4.885/20) com novas recomendações para restringir a circulação de pessoas nos municípios que compõem a Região Metropolitana de Curitiba. A região é a que mais concentra casos confirmados de Covid-19 desde o começo da pandemia e onde a ocupação de leitos de UTI está acima de 60%. Os principais pontos do decreto são fechamento de shopping centers aos finais de semana e a padronização do horário de funcionamento destes estabelecimentos em dias úteis (das 12h às 20h). As demais atividades de comércio poderão funcionar das 10 horas até as 16 horas. A nova regulamentação será válida por 14 dias.

    Controle nos portos

    As medidas de contingência contra a Covid-19 adotadas no Porto de Paranaguá serão utilizadas como modelo nas divisas, fronteiras e aeroportos do Paraná. Representantes da Secretaria de Estado da Saúde visitaram as instalações para conhecer os protocolos de entrada de trabalhadores portuários e caminhoneiros. Desde março, houve 400 mil triagens no acesso ao cais e ao pátio de descarga de grãos. Já são 82 dias desde o início do funcionamento das estruturas médicas. Diariamente são feitas cerca de 4,8 mil aferições de temperatura.

    Novos leitos

    O Governo do Estado ativou 94 novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 45 de enfermaria para atendimento a pacientes de Covid-19. O total é de mais 139 leitos exclusivos na rede hospitalar do Paraná. As unidades contempladas na ampliação são o Hospital de Reabilitação, o Hospital do Trabalhador (ambos de Curitiba, vinculados ao Complexo Hospitalar do Trabalhador), e o Hospital de Clínicas, também da capital; o Hospital do Rocio, em Campo Largo; e o Hospital Municipal Allan Brame Pinho, de Cascavel, que atuava como UPA e agora é uma unidade exclusiva para coronavírus.

    Foram abertos mais dez novos leitos de UTI adulto e dez de enfermaria em Cornélio Procópio, na Região Norte. O Hospital Casa de Saúde Doutor João Lima (Cegen) agora integra a estratégia de leitos exclusivos para atendimento de pacientes com a Covid-19. Já o Hospital Regional Universitário dos Campos Gerais recebeu mais dez leitos de UTI. No total, a unidade própria do Estado tem 20 leitos de UTI para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19.

    Já são 749 novos leitos de UTI ativos no Estado.

    Novos profissionais

    O governador autorizou a contratação de 435 agentes universitários para compor os quadros técnicos dos hospitais universitários de Londrina, Maringá e Cascavel. Os profissionais vão reforçar o atendimento nas alas destinadas exclusivamente ao tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, técnicos em radiologia, farmacêutico, psicólogo, nutricionista, assistentes sociais e técnicos administrativos. O processo seletivo para a contratação será divulgado nos sites das universidades e os selecionados atuarão nos hospitais por um período de seis meses.


    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Homem é preso após arremessar drogas na cadeia de Arapongas

    Deixe seu comentário sobre: "Semana é marcada por ampliação de leitos e medidas restritivas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.