Paraná

SEJUF cria canal de denúncia para baladas clandestinas

Uma das recomendações para que a denúncia seja feita é anexar os prints de convites e conversas sobre as festas

Da Redação ·
Uma das recomendações para que a denúncia seja feita é anexar os prints de convites e conversas sobre as festas
fonte: AEN
Uma das recomendações para que a denúncia seja feita é anexar os prints de convites e conversas sobre as festas

A Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho (SEJUF) desenvolveu um canal online para receber denúncias de baladas clandestinas. O endereço do link tem como objetivo servir de apoio para as polícias no combate para quem insiste em ganhar dinheiro fácil realizando baladas e descumprindo as medidas adotadas pelas autoridades sanitárias.

continua após publicidade

Uma das recomendações para que a denúncia seja feita é anexar os prints de convites e conversas sobre as festas clandestinas, além de fotos e vídeos dos eventos irregulares que já aconteceram ou qualquer informação extra que materialize a denúncia.

“Tanto os organizadores quanto os frequentadores destas baladas clandestinas estão em total desrespeito à lei e às normas de saúde pública, causando imensos danos à população que está se cuidando durante a pandemia. E mais, essas pessoas podem colocar a vida de seus pais e demais familiares em risco”, alertou o secretário da pasta, Ney Leprevost.

continua após publicidade

Se alguém constatar a realização da balada clandestina no momento simultâneo em que ela está acontecendo, a Secretaria da Justiça alerta para que ligue imediatamente no telefone 190 ou para a guarda municipal de seu município e relate a ocorrência criminosa.