Paraná

Saúde do Paraná emite orientações sobre a varíola dos macacos; Confira

A medida foi tomada após a OMS declarar que a doença configura emergência de saúde pública de interesse internacional

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A medida foi tomada após a OMS declarar que a doença configura emergência de saúde pública de interesse internacional
fonte: Pixabay
A medida foi tomada após a OMS declarar que a doença configura emergência de saúde pública de interesse internacional

 A Secretaria de Estado da Saúde, comandada pelo secretário César Neves, emitiu uma resolução com orientações sobre a varíola dos macacos, após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar que a doença configura emergência de saúde pública de interesse internacional.

continua após publicidade

A medida foi tomada também após o Ministério da Saúde instituir um Centro de Operação de Emergências (COE) para elaboração do Plano de Contingência contra o surto de monkeypox no Brasil, a Secretaria de Estado da Saúde emitiu uma Resolução com orientações sobre a doença.

Confira a Resolução com orientações sobre a varíola dos macacos:

continua após publicidade

 

 

Maringá 

No dia 3 de agosto, a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa)confirmou mais 15 novos casos de varíola do macaco. Entre as confirmações da doença, chamada de Monkeypox, está o primeiro caso registrado na cidade de Maringá e o primeiro fora da capital do Estado.

continua após publicidade

O boletim da Secretaria de Saúde não traz especificações e detalhes a respeito do paciente, morador do município localizado no Norte do Paraná. Os outros 14 diagnósticos confirmados da doença são de Curitiba, a capital paranaense.

Com os novos casos positivados, o Estado soma agora um total de 36 casos de Monkeypox. Sendo referentes a 34 pacientes do sexo masculino e apenas duas mulheres.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News