Região tem casos graves e autóctones de dengue nesta semana - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Atenção

Região tem casos graves e autóctones de dengue nesta semana

Foto por da redação
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A cidade de Astorga, na região de Arapongas está entre os doze municípios do Estado com registros de casos autóctones de dengue. Os dados da Secretaria Estadual de Saúde (SESA), informou nesta terça-feira (17), que pela primeira vez no período Goioerê, Nova Cantu, Perobal, Amporã, Paiçandu, Lupionópolis, Santa Amélia, Entre Rios do Oeste, Santa Helena, Toledo e Manoel Ribas, também incidiram a doença.

Seis municípios ainda registraram casos de dengue grave; Cascavel entrou para esta relação neste boletim com uma ocorrência e os outros municípios são Foz do Iguaçu, com três casos de dengue grave, e Marmeleiro, Assaí, Cambé e Jataizinho, com um caso cada um.

O novo boletim totaliza 954 casos confirmados no período epidemiológico que teve início em agosto. São 102 ocorrências a mais que o boletim anterior que somava 852. Os casos confirmados estão 152 municípios.

O estado apresenta 9.968 notificações; 1.703 a mais que a última publicação.

Enfrentamento – A Secretaria da Saúde do Paraná realiza uma série de webconferências dirigidas aos profissionais das áreas da Atenção Primária, Urgência e Emergência e Vigilância que passam a atuar de forma integrada neste período de enfrentamento da dengue.

As conferências online, que visam a atualização e preparam os profissionais para a integração, registraram 720 conexões em tempo real e 4.607 visualizações no canal youtube da Sesa.

Já foram realizados cinco encontros pela internet e estão programados mais três, nos dias 19 e 26 de novembro e no dia 3 de dezembro, a partir das 9h. Os temas serão: classificação de risco, diagnóstico, estadiamento e manejo clínico da dengue na Urgência e Emergência.

A ação faz parte do Plano de Enfrentamento da Dengue no Paraná, já pactuado pelos municípios e apresentado ao Ministério da Saúde.

“O Governo do Estado está atento à dengue, já aplicando as medidas de combate aprovadas no Plano Estadual e preparando os profissionais do estado e dos municípios para atendimento de forma integrada, com o objetivo de identificar e diagnosticar a dengue com mais agilidade e segurança”, afirmou o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.

O secretário destacou que além das medidas implantadas pelo Governo do Estado, a principal ação de combate à dengue envolve a participação da população.

“Os focos do mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti estão nas residências, em ambientes internos e externos, e a eliminação destes criadouros é principal forma de combater a dengue”, enfatizou o secretário.

“Eliminar os criadouros significar acabar com todos os pontos e recipientes que possam acumular água; nunca é demais repetir que é preciso tampar as caixas d´água, cisternas e poços; limpar as calhas e os ralos, e descartar corretamente o lixo, entulhos e pneus velhos”, disse Beto Preto.

Com SESA

Deixe seu comentário sobre: "Região tem casos graves e autóctones de dengue nesta semana"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.