Paraná

Rapper de Londrina é investigado por apologia ao crime

Nesta quarta-feira (20), a polícia cumpriu dois mandados de busca e apreensão na casa dele e na residência de um amigo

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Rapper de Londrina é investigado por apologia ao crime
fonte: Divulgação
Rapper de Londrina é investigado por apologia ao crime

A Polícia Civil de Londrina, no norte do Paraná, informou que o rapper Emerson Carlos da Costa, conhecido como Mano Fler, é investigado como suspeito de apologia ao crime após divulgar um vídeo nas redes sociais segurando armas de fogo. Nesta quarta-feira (20), a polícia cumpriu dois mandados de busca e apreensão na casa dele e na residência de um amigo. 

continua após publicidade

Durante a ação, o rapper foi flagrado com maconha, então foi levado à delegacia, porém, logo foi liberado. De acordo com a polícia, foram apreendidas duas armas, quatro carregadores e mais de 50 munições na casa do amigo, que mostrou a documentação do armamento.

As armas de fogo passarão por perícia. A Polícia Civil informou também, que investigação começou em agosto de 2021, depois da publicação do vídeo do investigado.

continua após publicidade

Nas imagens, o cantor apareceu segurando duas armas e consumindo bebida alcoólica. O inquérito policial continua em andamento porque o Ministério Público do Paraná (MP-PR) apontou o caso como apologia ao crime e incentivo ao uso de drogas, informou a polícia. 

 

Rapper de Londrina é investigado por apologia ao crime fonte: Reprodução