Paraná

Programa capacita mais bolsistas para atuação nas divisas

Programa capacita mais bolsistas para atuação nas divisas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Programa capacita mais bolsistas para atuação nas divisas
Programa capacita mais bolsistas para atuação nas divisas

Há dois meses, a Secretaria da Saúde do Paraná vem capacitando  bolsistas contratados pela Fundação Araucária, pelo Programa de Apoio Institucional para Ações Extensionistas de prevenção, cuidados e combate à pandemia do coronavírus. Na capacitação eles recebem além de treinamento, equipamentos para uso diário nas atividades.

continua após publicidade

A ação faz parte do programa que atende caminhoneiros, motoristas e viajantes em 11 pontos de rodovias do Paraná. Nesta semana, grupos de bolsistas foram capacitados para ações nas divisas do Paraná nos municípios de Jacarezinho, Diamante do Norte e Santo Inácio.

Além de orientações para coleta de material para testes rápidos e de RT-PCR, os grupos receberam instruções para preenchimentos de notificações, uso de equipamentos de proteção individual, e paramentação e desparamentação para atendimento de pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19.

continua após publicidade

CAMINHONEIROS – Segue também a ação conjunta da Secretaria da Saúde com a Fundação Araucária, rede de Postos Ipiranga e secretarias municipais de saúde. A atividade acontece em postos de combustíveis, em pontos de mais movimentos das rodovias que cruzam o estado.

São realizados testes para Covid-19, testes para detecção de diabetes e hipertensão, além de vacinação contra a gripe e sarampo. Os bolsistas contratados pelo Governo do Estado fazem o atendimento.

 A ação já passou por Campina Grande do Sul, São José dos Pinhais, Jaguariaíva e Siqueira Campos. Até o momento já foram registrados cerca de 9 mil procedimentos entre testes e vacinas.

 “Prezamos pela saúde dos profissionais que atuam nas estradas que são essenciais para todas as áreas. Neste momento de pandemia eles são ainda mais fundamentais para a manutenção dos serviços e abastecimento”, afirmou o secretário da Saúde, Beto Preto.