Professor acusado de matar diretor da UENP pede julgamento presencial no Paraná - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Cornélio Procópio

Professor acusado de matar diretor da UENP pede julgamento presencial no Paraná

Foto por Reprodução/RPC
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O professor Laurindo Panucci Filho, acusado de matar o diretor da UENP, campus de Cornélio Procópio, Sérgio Ferreira, de 60 anos, em dezembro de 2018, pede que julgamento seja após a pandemia. Laurindo Panucci Filho divulgou uma carta em que declara preferir aguardar a pandemia passar para ter um julgamento presencial, ao invés de um julgamento por via videoconferência.

Ele diz que prefere ficar "cara a cara" com os jurados e testemunhas. De acordo com o Tribunal do Júri, as audiências estão suspensas e não tem uma data prevista para o julgamento do professor.

Com informações RPC. 

Entenda o caso: 

O professor Laurindo Panucci Filho, preso preventivamente suspeito de matar o diretor do campus de Cornélio Procópio da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Sérgio Roberto Ferreira, disse, em audiência de custódia, que “tudo não passou de um equívoco”.

Foto por Reprodução/RPC
Foto por Reprodução/RPC

Deixe seu comentário sobre: "Professor acusado de matar diretor da UENP pede julgamento presencial no Paraná"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.