Paraná

PRF socorre criança afogada em Ibiporã; assista

A mãe chegou com a criança sem sinais vitais, enrolada numa toalha, procurando auxilio na unidade; veja

Da Redação ·

Policiais Rodoviários Federais socorreram uma criança que havia se afogado numa piscina, após a mãe procurar ajuda na tarde de domingo (30), na unidade operacional da BR-369, em Ibiporã (PR), no norte do estado.

continua após publicidade

Por volta das 14h, a mãe chegou com a criança sem sinais vitais, enrolada numa toalha, procurando auxilio na unidade. Eles foram trazidos por um vizinho, num fiat/palio, pela proximidade ao local do afogamento.

Os policiais, imediatamente, deram início aos primeiros socorros com massagem cardíaca e providenciaram o imediato deslocamento da criança e mãe para o Hospital Cristo Rei em Ibiporã.

continua após publicidade

Enquanto isso, outro policial realizou contato com a equipe médica, informando da chegada da equipe ao hospital, onde, prontamente, a criança foi atendida e reanimada, porém em estado grave.

Muito abalada com a situação, a mulher disse que o menino, de dois anos de idade, caiu numa piscina que fica em uma propriedade rural próxima da unidade da PRF, mas ela não sabia quanto tempo ele havia ficado submerso.

Posteriormente, o menino foi transferido para a UTI do Hospital Infantil em Londrina (PR) onde segue internado em estado grave.

continua após publicidade

O conhecimento em técnicas de primeiros socorros dos policiais e o encaminhamento rápido para a unidade hospitalar foram decisivos para salvar a vida do menino. VEJA: 

 Policiais Rodoviários Federais socorreram uma criança que havia se afogado numa piscina, após a mãe procurar ajuda na tarde de domingo (30), na unidade operacional da BR-369, em Ibiporã (PR), no norte do estado. - Vídeo por: tnonline  

Utilidade Pública

continua após publicidade

Um aplicativo desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBMTO) fornece auxílio em situações de emergência, com noções de primeiros socorros a serem seguidas pelos cidadãos até a chegada da equipe especializada.

A plataforma reúne 13 situações, com informações rápidas e imprescindíveis para o público. Entre elas, estão: afogamento, choque elétrico, convulsão, engasgamentos, fraturas, infarto, envenenamento e intoxicação.

O aplicativo está disponível para download na Play Store para os celulares que usam sistema android, link aqui. As orientações do aplicativo não substituem o atendimento especializado.