Paraná

PRF dá prejuízo de mais de R$ 4 milhões ao crime organizado

Da Redação ·

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, durante sábado (12) e domingo (13), no Paraná, maconha e cigarros contrabandeados, gerando um prejuízo de cerca de R$ 4,28 milhões ao crime organizado.

continua após publicidade

No sábado (12), por volta das 10 horas, agentes da PRF apreenderam cerca de 250 mil maços de cigarros contrabandeados em Campo Largo (PR), na BR-277. Um homem de 43 anos foi detido por contrabando e conduzido para a Polícia Federal em Curitiba. 

À noite, por volta das 21 horas, policiais prenderam um homem de 41 anos em Campo Mourão (PR), transportando 206,2 quilos de maconha em um Ford Ka na BR-369. O traficante e a maconha foram encaminhados para a Polícia Civil para o registro do crime de tráfico de drogas.

continua após publicidade

Na madrugada de domingo (13), por volta das 3 horas, foram apreendidos 92,6 quilos de maconha em um VW Gol abandonado às margens da BR-163, em Realeza. Policiais verificaram que o carro saiu de pista e o motorista conseguiu fugir. A droga foi encaminhada à Polícia Civil.

Mais tarde, às 5 horas, agentes da PRF apreenderam cerca de 500 mil maços de cigarros contrabandeados em Alto Paraíso. O caminhão que transportava os cigarros se acidentou e espalhou a carga pela rodovia. O motorista conseguiu fugir.

E, na noite do domingo, por volta das 21 horas, a PRF apreendeu quase 200 quilos de maconha, também em Realeza. Dois homens que se mostraram muito nervosos com a abordagem policial foram presos, após o encontro de 145 quilos de maconha e 45 de "skunk" - variação mais potente da maconha - no interior do carro em que ocupavam. A droga, obtida em Cascavel (PR), e a dupla foram conduzidos para a Polícia Civil, para o registro do crime de tráfico de drogas, que tem uma pena máxima de até 15 anos de prisão.