Paraná

PR envia bombeiros e cães farejadores para ajudar nas buscas

Segundo governo paranaense, ação atende a pedido de ajuda feito pelo governo fluminense

Da Redação ·

O Paraná enviou neste sábado (19) uma equipe do Grupamento de Socorro Tático (GOST), do Corpo de Bombeiros, e cães farejadores para ajudar no atendimento a ocorrências e nas buscas por vítimas desaparecidas em Petrópolis, no Rio de Janeiro.

continua após publicidade

Segundo informações do governo do estado, o primeiro grupo de resgate do Paraná deixou Curitiba no final da manhã deste sábado (19), em viagem por terra. Outra parte da equipe partirá para Petrópolis, de avião, no final da tarde.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o envio da tropa paranaense foi autorizado pelo governador Ratinho Júnior (PSD) e atende a um pedido do que partiu do governo fluminense e do Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil (Ligabom).Petrópolis, cidade atingida por for fortes chuvas nesta semana, registrou até este sábado (19), mais de 130 mortos, mais de 190 desaparecidos e quase mil desabrigados, segundo o Corpo de Bombeiros.

continua após publicidade

Participação paranaense nas ações em Petrópolis:

10 integrantes do Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST)

3 três viaturas

continua após publicidade

4 cães de faro especializados

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Júnior, parte da equipe, incluindo alguns dos cães, serão deslocados em um avião da Casa Militar da governadoria para agilizar a chegada a Petrópolis.

“O Corpo de Bombeiros está preparado com o GOST e com os cães de faro para atuar nesse tipo de operação. Nossa instituição é referência em atendimento nos outros estados e, com certeza, vai ajudar muito nossos irmãos cariocas” destacou o coronel Vasco.

continua após publicidade

Ainda segundo o coronel, a equipe deve atuar na cidade por sete dias.

Durante este período, o comando do Corpo de Bombeiros paranaense vai acompanhar os trabalhos para verificar a necessidade de prolongar o apoio ou de substituir os integrantes da missão.

Com informações: g1