Paraná

Policial penal responsável pela morte de petista, em Foz, deixa a UTI

O policial penal está preso preventivamente por homicídio qualificado por motivo de torpe e por colocar outras pessoas em risco, em Foz do Iguaçu (PR)

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
O crime ocorreu no dia 9 de julho, em Foz do Iguaçu
fonte: Reprodução
O crime ocorreu no dia 9 de julho, em Foz do Iguaçu

O responsável pela morte do guarda municipal Marcelo Arruda, o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho, deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Ministro Cavalcanti, em Foz do Iguaçu, oeste do Paraná, nessa terça-feira (19). Ele está consciente em um leito na enfermaria da unidade de saúde. 

continua após publicidade

Guaranho foi indiciado por homicídio qualificado por motivo torpe e por colocar outras pessoas em risco. O policial penal atirou contra Marcelo Arruda, que comemorava o aniversário de 50 anos com uma festa temática do Partido dos Trabalhadores (PT), em 9 de julho. 

Por conta dos ferimentos, Arruda, que também era tesoureiro do PT, morreu no hospital. Após abrir fogo, Guaranho foi baleado pela vítima, que também estava armada

continua após publicidade

O Ministério Público do Paraná informou que irá oferecer a denúncia à Justiça nesta quarta-feira (20), e fará uma entrevista em Foz do Iguaçu para "esclarecer fatos relacionados à investigação". 

Com informações do UOL.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News