Polícia prende dono e três envolvidos em triplo homicídio em mercado - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

São José dos Pinhais

Polícia prende dono e três envolvidos em triplo homicídio em mercado

Divulgação
Foto por Reprodução
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O dono do mercado em que ocorreu o esfaqueamento e morte de três homens em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, Aguinaldo Cruz Dias confessou na quinta-feira (29) ser o responsável pelo crime. Na sexta-feira (30), a Delegacia de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, identificou e prendeu mais três pessoas envolvidas no triplo homicídio.

No interrogatório, o dono do mercado afirmou que estava desesperado pela cobrança de dívidas e que queria apenas “dar um susto” em Fabrício dos Santos, de 38 anos, mas que a situação teria saído do controle.  

No local do crime, Aguinaldo negou ser autor. Durante as investigações, porém, a Polícia Civil realizou a prisão em flagrante, principalmente após ele apresentar versões contraditórias sobre o que teria ocorrido. As vítimas teriam ido ao supermercado para cobrar uma dívida de R$ 18 mil do dono do estabelecimento.

Outras vítimas

O advogado Diogo Cardoso Mendes, que representa a família das outras duas vítimas, Gilberto Rodrigues, 52 anos, e Odair Rodrigues, 53 anos, afirma que nenhum dos dois tinha qualquer envolvimento criminoso.

“Ao que tudo indica, o Fabrício teria manobrado para ir na companhia dos dois irmãos até o mercado. São duas pessoas que estavam lutando para encontrar emprego e não promoviam nada disso, tanto que nenhum deles estava armado”, lembrou.

Envolvidos

Na manhã de sexta-feira (30), a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão e também realizou a prisão de Carlos Eduardo Pereira, que teria agido junto com Aguinaldo Cruz Dias nos esfaqueamentos.

Com informações anônimas, na sequência, a polícia foi até o Jardim Carmem e encontrou os outros dois investigados.

À Banda B, o delegado Fabio Machado explicou que os três descreveram que o objetivo era o de dar um susto nas três vítimas. “Com o Carlos Eduardo foi localizado o celular que foi entregue pelo Aguinaldo para se comunicarem. Ele diz que iria só dar um susto e que presenciou o crime, mas que não esfaqueou a vítima”, explicou o delegado.

Com relação aos outros envolvidos disse.  “Os dois confirmam que foram até o local para simular um assalto, mas que também apenas dariam um susto em um agiota que estaria extorquindo Aguinaldo. Eles dizem que abordaram as vítimas, que as levaram até a câmara fria, mas lá teria acontecido a ação de Aguinaldo e Carlos Eduardo”, concluiu Machado.

* Informações do portal Banda B

Deixe seu comentário sobre: "Polícia prende dono e três envolvidos em triplo homicídio em mercado"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.