Paraná

Polícia prende casal envolvido na morte de motorista de aplicativo

O corpo de Michelle Caroline Chinol, de 39 anos, foi encontrado no porta-malas de um carro, que, a princípio, seria dela

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Polícia prende casal envolvido na morte de motorista de aplicativo
fonte: Reprodução/RPC

A Polícia Civil (PC) realizou a prisão de uma casal suspeito de envolvimento na morte da motorista de aplicativo e lutadora Michelle Caroline Chinol, de 39 anos, na manhã desta segunda-feira (28). Os mandados foram cumpridos em Pinhais e em Fazenda Rio Grande, municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC). 

continua após publicidade

"Já temos elementos concretos para apontar a conduta ilícita aos dois investigados que estão sendo trazidos para a delegacia nesta manhã, são dois presos, sendo um homem e uma mulher. Esse suspeito trabalha em um local em que utiliza-se um uniforme análogo ao que o homem que abandonou o veículo com a vítima já morta aparece nas imagens, então existe uma coincidência de vestuário. E a mulher que está sendo trazida tem um relacionamento afetivo com esse homem e era amiga da vítima", afirmou o delegado Victor Menezes.

O caso

continua após publicidade

O corpo de Michelle foi encontrado, no dia 16 de fevereiro, no porta-malas de um carro, em Curitiba. O veículo, que estava estacionado em um pátio, foi guinchado na tarde do dia anterior. O automóvel, que seria da vítima, teria sido guinchado por estar estacionado de forma irregular.

Funcionários do pátio onde o veículo estava teriam sentido um odor ao se aproximarem do veículo e decidiram abrir o porta-malas. Em seguida, após encontrarem o corpo, agentes da Guarda Municipal foram acionados.

Segundo amigos e familiares, a mulher gostava de praticar artes marciais e atividade física, mas, desde a semana passada, não frequentava a academia que costuma ir. O último contato dela com os parentes foi na segunda-feira, dia 14 de fevereiro. 

continua após publicidade

O corpo da mulher já estava em estado avançado de decomposição. 

Com informações do g1.