Paraná

Polícia prende 4 estudantes da UFPR após trote que deixou feridos

Os estudantes foram presos sob suspeita de lesão corporal e constrangimento ilegal

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Polícia prende 4 estudantes da UFPR após trote que deixou feridos
fonte: Correio do Ar

A Polícia Civil (PC) realizou a prisão de quatro estudantes de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná (UFPR), do campus de Palotina, Paraná, nesta quinta-feira (31), sob suspeita dos crimes de lesão corporal grave e constrangimento ilegal. Conforme as autoridades, os crimes teriam sido cometidos durante um trote com calouros.

continua após publicidade

Nesse trote, cerca de 25 calouros da UFPR ficaram feridos após veteranos passarem nas vítimas um produto - ainda não identificado - que estava em garrafas de creolina, na última quarta-feira (30). Os alunos sofreram queimaduras graves.

O material usado no trote foi apreendido pela polícia. Cabe à Justiça definir se os estudantes permanecerão presos. De acordo com o delegado Pedro Lucena, que está à frente do caso, também serão apurados os crimes de tortura e cárcere privado, caso as vítimas tenham sido obrigadas a permanecer em algum local. 

continua após publicidade

A UFPR informou que abriu um processo para apurar a responsabilidade pelo fato e que a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis está trabalhando no acolhimento das vítimas, junto com a direção do setor Palotina.

À polícia, as vítimas relataram que inicialmente tiveram que pedir dinheiro pelas ruas da cidade e depois foram levados para um terreno baldio e foram obrigados a se ajoelhar. Neste local o produto foi jogado no corpo deles.

Com informações do g1.