Mais lidas

    Paraná

    Operação Café

    PF investiga desvios de verba em obras no interior do Paraná

    PF investiga desvios de verba em obras no interior do Paraná
    Foto por PF
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 03.12.2020, 09:57:54 Editado em 03.12.2020, 10:03:02
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A investigação de desvios de recursos públicos da União em obras da Prefeitura de Pinhalão, no Paraná, é o objetivo da Operação Café Expresso da Polícia Federal (PF), nesta quinta-feira (3). No período de 2010 a 2015 foram analisados seis projetos de obras no município, nos quais foram aplicados R$ 13 milhões de verba federal. A suspeita é que entre R$ 3 e R$ 4 milhões tenham sido desviados.

    Na ação de hoje cerca de 75 policiais federais cumprem 27 mandados judiciais: quatro de prisão temporária e 23 mandados de busca e apreensão nas cidades de Pinhalão, Joaquim Távora, Pinhais, Tomazina e Umuarama no Paraná, Garça em São Paulo e Varginha em Minas Gerais. As ordens judiciais foram expedidas pela 9ª Vara Federal de Curitiba (PR). Os agentes buscam colher mais evidências dos crimes de fraudes à licitação, peculato, corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

    Segundo a PF, o nome Café Expresso é uma alusão à principal atividade econômica da região em que se situa a cidade onde ocorreram os crimes investigados.

    Veja o balanço da operação:

    A Polícia Federal deflagrou na quinta-feira (3), a Operação Café Expresso, com o objetivo de investigar desvios de recursos públicos na Prefeitura de Pinhalão/PR.

    Foram expedidas 27 ordens judiciais, sendo 4 mandados de prisão temporária e 23 de busca e apreensão, todas devidamente cumpridas. 

    Entre prisões e apreensões, a Polícia Federal divulga o seguinte balanço da operação:

    • Mandados de prisão temporária:

    - PARANÁ: 2 em Pinhalão e 1 em Pinhais;

    - SÃO PAULO: 1 em Garça.

    • Mandados de busca e apreensão:

    - PARANÁ: 12 em Pinhalão, 3 em Joaquim Távora, 2 em Tomazina, 1 em Pinhais e 1 em Umuarama;

    - SÃO PAULO: 3 em Garça;

    - MINAS GERAIS: 1 em Varginha.

    • Apreensão de documentos e mídias.

    Com informações da Agência Brasil. 

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Paraná

    Deixe seu comentário sobre: "PF investiga desvios de verba em obras no interior do Paraná"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.