Parcerias entre instituições fortalece a proteção do meio ambiente - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Desenvolvimento Sustentável

Parcerias entre instituições fortalece a proteção do meio ambiente

Foto por Reprodução/AEN
Escrito por AEN
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O Instituto Água e Terra (IAT) atua em parceria com instituições de diversas áreas para proteger, preservar, conservar, controlar e recuperar o patrimônio ambiental do Paraná. São cerca de 199 mil quilômetros quadrados no Estado sob os cuidados do instituto, vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo. 

Segundo o IAT, as parcerias com outros órgãos que auxiliam em diversas áreas são fundamentais para garantir o bom funcionamento das atividades de fiscalização e conservação do meio ambiente.

“Essas parcerias têm se mostrado um dos grandes pontos positivos que temos como ferramentas para as atividades do dia a dia, sejam em caráter de emergência ou de apoio. Um exemplo é na solução de problemas relacionados à fauna do Estado”, explica o biólogo da IAT Mauro Britto.

São parceiros do IAT os zoológicos municipais, o Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde, o Corpo de Bombeiros, a Universidade Federal do Paraná (UFPR), além de outras estaduais e particulares, e Organizações não Governamentais (ONGs). Eles auxiliam no atendimento médico, resgate e soltura de animais no habitat natural.

Nos últimos 30 dias, as instituições parceiras aturam em conjunto com o instituto em ocorrências envolvendo onças-pardas encontradas na área urbana da Região Metropolitana de Curitiba, em Foz do Iguaçu, Quedas do Iguaçu e Cascavel.

No Litoral do Estado, uma família de gambás estava no forro de uma residência, na Ilha dos Valadares, em Paranaguá, e um jacaré-de-papo-amarelo nas margens do Rio da Vila, onde há moradias próximas.

Outra situação foi a de um filhote de gato-do-mato resgatado em uma lavoura, na região de Londrina, após a mãe ter sido atropelada por uma colheitadeira. Um gato-morusco foi encontrado em uma propriedade rural em Mariluz, um tamanduá-mirim em uma pousada na região de Paranavaí e, ainda, urubus no forro de uma casa no Jardim São Vicente, no mesmo município.  

ZOOLÓGICO - O Zoológico de Curitiba, por meio do Centro de Apoio à Fauna Silvestre (Cafs), é local de acolhimento de fauna vitimada que não tem possibilidade de retorno à natureza, ou seja, que necessita de cuidados específicos.

O zoológico disponibiliza medicamentos e equipamentos que permitem um rápido no resgate de animais que trazem riscos, como onças, e que demandam equipes mais especializadas para procedimentos como o uso de tranquilizantes.

FORÇA VERDE – O Batalhão de Polícia Ambiental é responsável pelo atendimento a denúncias de crimes contra o meio ambiente e situações emergenciais. Tem a finalidade de coibir ações que representem ameaças ou depredações da natureza. Outras atribuições são zelar pelo cumprimento da legislação ambiental de defesa da flora e fauna silvestre, orientar a população acerca da legislação ambiental e da importância do seu cumprimento e desenvolver programas de educação ambiental junto à comunidade.

CORPO DE BOMBEIROS – O Corpo de Bombeiros atua na proteção da vida, do patrimônio e do meio ambiente, em atividades da Defesa Civil e de prevenção e combate a incêndios, buscas, salvamentos e socorros públicos.

UNIVERSIDADES - As universidades são grandes parcerias do IAT em diversas áreas, como o apoio em pesquisas e projetos do instituto. Elas também ofertam a ajuda de especialistas e atendem a fauna vitimada em situações como de tráfico e maus-tratos, como é o caso do Hospital Veterinário da UFPR.

SAÚDE – Há mais de 20 anos a Secretaria de Estado da Saúde e o IAT trocam informações sobre as principais zoonoses, vetores e hospedeiros importantes.

Um exemplo é a febre amarela. A secretaria conta com apoio do instituto que repassa informações sobre macacos encontrados mortos, o pode ser um alerta sobre a presença da doença em uma região, que é confirmado com exames laboratoriais. As Unidades de Conservação do Estado, administradas pelo IAT, também podem ser moradias de espécies para o estudo de zoonoses.

ONGs – O IAT solicita o apoio de ONGs em diversas áreas, desde socioambientais como a da biologia, para pareceres técnicos e visitas a campo.

Deixe seu comentário sobre: "Parcerias entre instituições fortalece a proteção do meio ambiente"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.