Paraná

Parceria entre BRDE e Ministério do Turismo traz recursos ao Paraná

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Parceria entre BRDE e Ministério do Turismo traz recursos ao Paraná
fonte: Agência de Notícias do Paraná
Parceria entre BRDE e Ministério do Turismo traz recursos ao Paraná

O Banco Regional de Desenvolvimento Do Extremo Sul (BRDE) assinou um aditivo contratual em sua parceria com o Ministério do Turismo para administrar o Fundo Geral de Turismo, o Fungetur. Com o aditivo, foram adicionados mais R$ 100 milhões em investimentos no turismo da Região Sul do país, chegando ao total de R$ 646 milhões. Desses, R$ 293 milhões já foram aplicados em operações aprovadas até 30 de novembro do ano passado. 

continua após publicidade

Para o Paraná, foram direcionados agora R$ 102 milhões, que estão disponíveis, para investir em projetos relacionados ao turismo, como implantação, ampliação, modernização ou reforma de empreendimentos. “Esses investimentos, além de ajudar os empresários a desenvolver seus negócios, ajudam a gerar mais empregos e atrair renda para o estado” afirma o vice-presidente e diretor de Operações do BRDE, Wilson Bley.

Essa parceria entre o BRDE e do Ministério do Turismo começou em 2017 e nos últimos três anos foram investidos R$ 121,9 milhões na construção e revitalização do turismo no Paraná. 

continua após publicidade

MEDIDAS DURANTE A PANDEMIA - O setor de turismo foi um dos mais afetados com a pandemia e, em resposta a isso, foram tomadas diversas medidas para ajudar a aliviar os impactos financeiros nesse setor. Entre elas, houve redução do teto de encargos financeiros para projetos (obras civis) e capital de giro isolado, baixando de 6% e 7% para até 5% a.a. + Selic. Houve, também, aumento da carência para capital de giro isolado, passando de 6 para até 12 meses, com a suspensão do pagamento de juros por até 6 meses durante o período de carência, devendo o saldo ser capitalizado. 

Também foram tomadas medidas para ajudar a economia durante a pandemia. Com isso, foi aumentado o prazo de financiamento para capital de giro isolado de 48 para 60 meses; Extensão das linhas de crédito para todos os portes: Empresário individual (MEI), micro, pequenas, médias e grandes empresas. Suspensão dos limites impostos a aplicação dos recursos do Fundo, permitindo a aplicação de 100% no capital de giro, entre outros. 

FUNGETUR - O Fundo Geral de Turismo foi criado para promover a melhoria da infraestrutura do setor, a partir do aprimoramento de serviços prestados a visitantes e da dinamização da vocação turística de todas as regiões do país.

Tags relacionadas: #BRDE #paraná #parceria #turismo