Paraná

Paraná reforça importância da vacinação contra gripe

O Paraná aplicou até esta sexta-feira (20), 3.619.449 vacinas contra a gripe

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Paraná reforça importância da vacinação contra gripe
Paraná reforça importância da vacinação contra gripe

Conforme os dados do Ministério da Saúde, o Paraná aplicou até esta sexta-feira (20), 3.619.449 vacinas contra a gripe, entre população geral e grupos prioritários. A estimativa do Governo Federal é que o Estado tenha 4.480.000 pessoas elencadas como prioritárias para esta imunização, destas, o Paraná atingiu cerca de 64% até agora.

continua após publicidade

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) reforça a importância da imunização contra a influenza, considerando que a meta vacinal é de 90%.

“Além de auxiliar no diagnóstico diferenciado nos serviços de saúde, visto que os sintomas são parecidos com a Covid-19, a vacinação contra a influenza protege contra as Síndromes Respiratórias Agudas Graves – SRAGs, que em sua forma mais avançada, também pode levar a óbito”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

continua após publicidade

Este ano, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe foi realizada em três etapas, com divisão de grupos prioritários. A vacinação começou no dia 12 de abril e a previsão de término era 9 de julho, no entanto, devido a baixa adesão da campanha, o Paraná segue vacinando até esgotarem as doses.

O Ministério da Saúde já enviou ao Estado, 5.165.200 vacinas contra a doença, restando portanto, mais de 1,5 milhão de doses para serem aplicadas. “Sabemos da ansiedade da população para a vacinação contra o coronavírus, que já alcançou mais de 80% dos paranaenses, mas não podemos esquecer que outras doenças também circulam e são perigosas. O Estado sempre foi exemplo em cobertura vacinal, não queremos nenhum tipo de vacina na geladeira. Precisamos que as pessoas se conscientizem dessa necessidade”, afirmou Beto Preto.

A vacina é aplicada em dose única e pode ser administrada em um período de 14 dias antes, ou depois da imunização contra a Covid-19, ou demais doenças. Todas as pessoas acima de seis meses de idade, independente de condições pré-existentes como comorbidades, deficiências ou categorias profissionais, podem se vacinar. A Sesa orienta que a população procure uma unidade de saúde mais próxima de sua residência e se informe sobre dias e horários para a vacinação.

Tags relacionadas: #paraná #SAÚDE