Paraná reforça importância da proteção da população em situação de rua - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Justiça

Paraná reforça importância da proteção da população em situação de rua

Foto por
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Nesta quarta-feira, 19 de agosto, Dia Nacional da Luta da População em Situação de Rua, o Governo do Estado reforça a importância da proteção e da garantia de direitos essenciais destas pessoas e comemora os avanços na luta contínua pela garantia destes direitos.

O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Mauro Rockenbach, destaca que o Governo vem desenvolvendo projetos de requalificação urbana para garantir segurança e conforto às famílias em vulnerabilidade social, como a construção de 53 novas casas na Vila Facão, em Rebouças, no Centro-Sul do Estado.

O condomínio vai beneficiar 165 pessoas e, além das casas novas, terá toda a infraestrutura necessária como pavimentação asfáltica, paisagismo, sinalização, calçadas, saneamento e acesso à luz e água, com apoio da prefeitura. O empreendimento é viabilizado por meio do programa Gente Paraná, da Secretaria da Justiça, em parceria com a Cohapar. O investimento é de R$ 4,2 milhões, oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID.

AUTOGESTÃO DA HABITAÇÃO - Outra alternativa para beneficiar a população de baixa renda criada Governo do Estado é a construção de casas por meio do sistema de autogestão da habitação. Trata-se do programa Nosso Lar Paraná - Produção Social da Moradia (PSM), que prevê a participação dos movimentos populares, associações e cooperativas habitacionais na produção habitacional ou na urbanização de uma área.

Inclui também o controle da gestão dos recursos públicos e da obra, desde a definição do terreno, projeto, equipe técnica, formato da construção, compra de materiais, contratação de mão de obra, organização do mutirão, prestação de contas e organização da vida comunitária.

Todas as ações são desenvolvidas pela Superintendência Geral de Diálogo e Interação Social (Sudis), em conjunto com a Secretaria de Planejamento e Projetos Estruturantes, Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e Secretaria de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas. Também integra o programa o Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política para a População em Situação de Rua – Ciamp Rua/PR.

“Agora à frente da Sejuf, vamos dar continuidade ao projeto para levar moradia também aos povos indígenas e comunidades tradicionais”, destacou o secretário Rockenbach.

PANDEMIA - Outras ações destinadas à população em situação de rua foram desenvolvidas pela Secretaria da Justiça, Família Trabalho nos últimos cinco meses, desde o início da pandemia.

A portaria nº369/2020 do Ministério da Cidadania incluiu a população em situação de rua no repasse do Fundo Nacional da Assistência Social, para que os estados e municípios possam proporcionar condições adequadas de isolamento, alimentação, água potável, higiene, alojamento e outras demandas sanitárias e de prevenção dos riscos de infecção ou disseminação do vírus.

Os projetos também são realizados juntamente com órgãos colegiados, como o Ciamp Rua/PR, que desenvolve discussões setoriais e intersetoriais, governamentais e com a sociedade civil, entre setores afins, com órgãos do executivo, judiciário e legislativo, no âmbito do Estado e dos municípios, promovendo ações de proteção e defesa dos direitos humanos das pessoas em situação de rua.

A DATA - O dia Nacional da Luta da População de Rua é uma alusão ao Massacre da Sé, uma série de atentados violentos contra pessoas em situação de rua da Praça da Sé, em São Paulo, entre os 19 e 22 de agosto de 2004, que causou a morte de sete pessoas.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Paraná reforça importância da proteção da população em situação de rua"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.