Paraná

Paraná Pesquisa aponta aprovação de 74% do governo de Ratinho Junior

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Paraná Pesquisa aponta aprovação de 74% do governo de Ratinho Junior
fonte: Divulgação AEN
Paraná Pesquisa aponta aprovação de 74% do governo de Ratinho Junior

O Paraná pesquisa divulgou nesta terça-feira (14) que 57,9% dos paranaense aprovam o governo do presidente Jair Bolsonaro e 74,2% aprovam o mandato de Ratinho Júnior.

continua após publicidade

A pesquisa que foi realizada em 162 municípios do Paraná indica que 57,9% dos entrevistados aprovam o governo do presidente Jair Bolsonaro e 49,9% aprovam sua atuação frente à crise provocada pela Covid-19.

Ainda segundo a pesquisa, a desaprovação de Bolsonaro é de 38,5% e 3,6% não opinaram ou não responderam.

continua após publicidade

Já conforme a sondagem, o governo de Ratinho Júnior, foi aprovado por 74,2% dos entrevistados.

O Paraná pesquisa também divulgou que 67,6% aprovam a atuação de Ratinho Júnior no combate ao coronavírus. A desaprovação é de 20,4% e 5,4% não sabem.

A sondagem da Paraná Pesquisa foi realizada durante os dias 8 e 10 de junho e a margem de erro é de 3% para mais ou para menos. Foram ouvidos 1.512 paranaenses maiores de 16 anos.

continua após publicidade

Atuação durante pandemia 

Para 18,3% dos ouvidos, a administração de Bolsonaro é ótima, 27,5% disseram que é boa, 20,3% consideram regular, 11,5% julgam que é ruim e 20,6% responderam que é péssima.

Quanto a sua atuação no combate à pandemia, 14,9% responderam que é ótima, 24,2% boa, 18,5% regular, 13,2 ruim e 26,9% disseram que é péssima. Não opinou ou não sabe somam 2,4%.

continua após publicidade

O desempenho de Ratinho Junior em relação à pandemia, para 12,6% é ótima, 41,5% responderam que é boa, 23,7% entenderam que é regular, 10,4% acham ruim e 8,8% responderam que é péssima. Não opinaram ou não souberam responder 2,9%.

Para a seleção da amostra utilizou-se o método de amostragem estratificada proporcional. Os questionários foram aplicados por telefone e 5% foram auditados simultaneamente.