Paraná

Paraná bate recorde de internamentos de pacientes com Covid

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Paraná bate recorde de internamentos de pacientes com Covid
fonte: Agência
Paraná bate recorde de internamentos de pacientes com Covid

O Paraná bateu, nesta quarta-feira (3), novo recorde de número de internados com Covid-19: 4.012 pacientes estavam hospitalizados. Eram 2.143 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19, 1.857 pacientes em leitos SUS (785 em UTI e 1.072 em leitos clínicos/enfermaria) e 286 em leitos da rede particular (116 em UTI e 170 em leitos clínicos/enfermaria). Havia outros 1.869 pacientes internados, 656 em leitos UTI e 1.213 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos da rede pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

continua após publicidade

Em dois dias, o número de internados subiu 11%, ou seja, mais 425 pessoas foram internadas em dois dias com Covid-19 no Estado. A fila de espera por um leito já contava até ontem com 699 pacientes.

Levando em conta apenas os leitos de UTI do SUS para Covid-19, a ocupação geral no estado é de 92%, enquanto para enfermaria estava em 74% A situação mais crítica é registrada no Oeste do estado, onde a ocupação era até ontem de 97%. O próprio secretário de Estadop da Saúde, Beto Preto, admitiu ontem, em entrevistas à emissoras de TV, que a saúde do Paraná está colapso.

continua após publicidade

A fila de pacientes à espera de uma vaga nos hospitais no Paraná também bate recorde diário e ontem estava com 699 pessoas.Só na Grande Curitiba, haviam 246 pacientes na fila de leitos, 81 para UTI e 165 para enfermaria.

Mais leitos no HC

O Complexo Hospital de Clínicas da UFPR/Ebserh abriu nesta quarta-feira (3) mais 16 leitos de UTI para atendimento de pacientes com Covid-19. A ampliação é consequência da reorganização de esforços, de recursos e de pessoal neste momento crítico da pandemia. Com os novos leitos o HC-UFPR/Ebserh passa a ofertar 165 vagas para pacientes com Covid-19. É a Unidade Hospitalar em Curitiba que disponibiliza maior número de vagas para o combate à pandemia: 83 leitos de Enfermarias e 82 de UTI.

continua após publicidade

Oxigênio garantido

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) realizou uma reunião ontem com fornecedores de oxigênio para reafirmar o compromisso no abastecimento no Estado. No Paraná não houve nenhuma desabastecimento de oxigênio. O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, a pedido do governador Carlos Massa Ratinho Junior, também já oficiou os municípios para que monitorem de forma permanente essa questão de abastecimento de oxigênio.

Exportação de oxigênio e vacinas precisam de aval da Anvisa

continua após publicidade

A exportação de oxigênio medicinal e de vacinas do Brasil para outros países necessitará de prévia autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os dois insumos foram incluídos em uma lista de medicamentos e matérias-primas que constam na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 352, em vigor desde março do ano passado. A nova redação foi aprovada por unanimidade em reunião extraordinária da diretoria da autarquia, ontem.

“Não se trata de uma proibição à exportação, mas de uma necessidade de análise caso a caso por parte dessa agência, fundada em sua missão, [que é] garantir o abastecimento nacional”, afirmou o diretor Romison Rodrigues Mota, relator do processo.

Com informações, Bem Paraná

Tags relacionadas: #covid #pacientes #paraná