Paraná

Operação mira caminhoneiros suspeitos de desviar cargas

A operação ocorre em 14 cidades do estado, incluindo Apucarana e Arapongas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Operação mira caminhoneiros suspeitos de desviar cargas
fonte: PCPR

A Polícia Civil (PC) deflagrou, na manhã desta segunda-feira (7), a 'Operação Fake', que mira quadrilha de caminhoneiros suspeitos de desviar cargas. A corporação cumpre 19 mandados de prisões e 37 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Paraná, Maranhão e Ceará. 

continua após publicidade

No Paraná, a operação ocorre em 14 cidades, incluindo Apucarana e Arapongas. A ação também acontece em Bela Vista do Paraíso, Rolândia, Londrina, Ibiporã, Mandirituba, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Curitiba, Balsa Nova, Campo Largo, Matinhos e Cruzeiro do Oeste.

Investigadores de Apucarana participam da operação, que é coordenada pela PC de São Paulo, e foram ao Residencial Jaçanã à procura de um suspeito de integrar a quadrilha, porém, ele não foi encontrado. 

continua após publicidade

Em Arapongas mandados de busca e apreensão foram cumpridos na Vila Bernardes e no Conjunto Palmares, mas nada de ilícito foi encontrado.  

Segundo a corporação, uma investigação apontou que os caminhoneiros roubavam cargas que pegavam para transportar e registravam o Boletim de Ocorrência (BO), como se tivessem sido vítimas de assalto. 

Em outros casos apurados, os suspeitos falsificavam os boletins de roubo para apresentar para as empresas donas das cargas. A polícia informou que foram identificadas ao menos 74 ocorrências falsas ou que noticiavam falsos roubos, entre os anos de 2019 e 2020, atribuídas à quadrilha.

Mais de 20 motoristas são investigados por participação no esquema. Eles se alternavam, segundo a polícia, em diversos caminhões, com o desvio de cargas de alimentos e bebidas.