Obras da Central Hidrelétrica Bela Vista entram na reta final - TNOnline
Mais lidas

    Paraná

    Paraná

    Obras da Central Hidrelétrica Bela Vista entram na reta final

    Obras da Central Hidrelétrica Bela Vista entram na reta final
    Foto por Agência de Notícias do Paraná
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 01.02.2021, 17:30:52 Editado em 01.02.2021, 17:31:06
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Mais uma etapa importante da construção da Pequena Central Hidrelétrica Bela Vista foi concluída nesta semana: a descida do primeiro estator no poço da casa de força. O estator é a parte externa e fixa da unidade geradora de energia. A partir de agora, a obra avança rapidamente para a montagem eletromecânica dos equipamentos de geração e a execução das últimas etapas de concretagem da casa de força principal.  

    As obras estão próximo de 85% de realização e devem ser finalizadas até agosto de 2021. Até lá a PCH já estará produzindo energia, já que as quatro unidades geradoras começam a entrar em operação, uma a uma, no mês de abril. 

    A PCH Bela Vista terá capacidade para produzir 29,8 megawatts (MW) de energia, com capacidade para atender cerca de 100 mil consumidores. São três geradores na casa de força principal, com capacidade de produção de 29,3 MW, e outro na casa de força complementar, com potência instalada de quase 0,5 MW.

    Neste início de ano, as equipes também concentram esforços na conclusão do circuito de geração - estruturas por onde a água deverá passar para gerar energia. A construção da tomada de água, ponto de captação do reservatório para os condutos que levarão até as turbinas, já atingiu 90%. E, nos próximos dias, serão iniciados testes de comportas que devem estar em pleno funcionamento antes do enchimento do reservatório - previsto para março.  A barragem da PCH já está recebendo as lajes de proteção e muros nas partes que avançam sobre as margens do rio.  

    Cerca de 450 pessoas trabalham atualmente em todas as frentes de serviço do empreendimento, que está orçado em R$ 217 milhões. Além da usina, o recurso é também para a construção de uma subestação elevadora e uma linha de distribuição de alta-tensão que fará a conexão com a subestação Dois Vizinhos, injetando energia no Sistema Interligado Nacional. A linha, de 18,4 quilômetros de extensão, passará pelos municípios de Verê, São Jorge do Oeste e Dois Vizinhos e já está em fase de montagem das torres.

    PONTE – Paralelamente à construção da PCH, a Copel está finalizando as obras de uma ponte de 200 metros sobre o Rio Chopim como contrapartida para a comunidade do entorno, compondo uma ligação rodoviária entre os municípios de Verê e São João. A obra foi iniciada em maio de 2020 e está prevista para ser concluída em fevereiro de 2021. A ponte terá largura total de 7,8 metros e pista dupla, além de dois passeios para pedestres e proteções laterais. Na etapa atual foram concluídos os lançamentos de vigas longarinas e está em andamento lançamento das placas pré-moldadas da laje, além da concretagem das transversinas, estruturas que compõe a superestrutura da ponte. Em cerca de um mês, a estrutura estará liberada.

    Com informações de: Agências de Notícias do Paraná

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Paraná

    Deixe seu comentário sobre: "Obras da Central Hidrelétrica Bela Vista entram na reta final"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.