Mulher que cuspiu em policial durante abordagem é condenada à prisão - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

DESACATO

Mulher que cuspiu em policial durante abordagem é condenada à prisão

Foto por
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Uma mulher que foi detida em 2018 em uma abordagem policial em Cascavel foi condenada nesta quinta-feira (1º) por embriaguez ao volante e desacato. As duas penas somaram um ano de detenção e multa.

De acordo com o processo, a motorista avançou o sinal vermelho em um semáforo na região central da cidade, parou o veículo no canteiro que divide a pista do Trevo Cataratas e depois tentou retornar sentido Corbélia, pela contramão. Ao ser abordada pela Polícia Militar, a mulher se mostrou bastante alterada, acabando por xingar e cuspir no rosto de uma policial feminina.

No momento da abordagem ela se negou a fazer o teste do bafômetro, mas os policiais relataram sinais de embriaguez. Para o juiz Marcelo Carneval o depoimento dos policiais vale como prova.

A condenação pode ser cumprida no regime aberto. Assim, a motorista deverá se apresentar mensalmente no fórum, manter trabalho lícito, não se ausentar por mais de sete dias sem comunicar o juízo e não poderá sair de casa das 22 horas às 5 da manhã e nem aos sábados, domingos e feriados, durante o período da pena.

No entanto, ela ainda pode ser substituída por prestação de serviço, sendo uma hora por dia de condenação. Também foi determinado que a mulher fique dois meses sem dirigir. Cabe recurso.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Mulher que cuspiu em policial durante abordagem é condenada à prisão"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.