Paraná

Mortes por Covid-19 podem superar número de homicídios do ano passado, em Curitiba

Da Redação ·
A taxa de ocupação das 293 vagas de UTIs do SUS exclusivas para Covid-19 chega a 87%
fonte: Foto: AEN
A taxa de ocupação das 293 vagas de UTIs do SUS exclusivas para Covid-19 chega a 87%

Com pouco mais de três meses desde a primeira morte confirmada pela Covid-19, Curitiba pode superar neste domingo (12) o número de homicídios ocorrido em todo o ano de 2019. De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), a capital paranaense teve 245 vítimas de homicídio doloso (quando há intenção de matar) de janeiro a dezembro do ano passado. Já de 6 de abril a 12 de julho de 2020, Curitiba confirmou 242 mortes provocadas pelo novo coronavírus.

continua após publicidade

Segundo a Sesp, os meses mais violentos de 2019 foram abril e maio, com 25 mortes cada. Pelo coronavírus em 2020, abril teve 23 mortes e maio, 27. Neste sábado (11), a Secretaria Municipal da Saúde confirmou mais nove mortes de moradores da cidade pela doença. As vítimas são sete homens e duas mulheres, com idades entre 30 e 76 anos.

A Prefeitura de Curitiba também registrou 367 novos casos de novo coronavírus na cidade. Com isso já são 9.665 casos confirmados desde o começo da pandemia, há 120 dias.

continua após publicidade

A taxa de ocupação das 293 vagas de UTIs do SUS exclusivas para Covid-19 chega a 87% (leitos de UTI adultos e pediátricos).

(Com informações da Banda B)