Paraná

Moradora de Maringá adota filhote de gambá

Animal teve o “lar” com os irmãos destruído quando uma casa de madeira antiga foi desmanchada

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Moradora de Maringá adota filhote de gambá
fonte: (foto: reprodução)

Uma moradora de Maringá adotou um filhote de gambá de apenas quatro meses.  O animal teve o “lar” com os irmãos destruído quando uma casa de madeira antiga foi desmanchada no distrito de Iguatemi. Foi quando a dona de casa, Daiane de Fátima, resolveu adotar o gambá e criá-lo como animal de estimação. Contrariando as expectativas, hoje, o animal batizado como Bernardo é o xodó da família.

continua após publicidade

Daiane conta que o bichinho dorme em uma gaiola dentro do quarto dela e fica enrolado nas cobertas, numa boa. ”No começo eu fiquei ‘meio assim’. Pessoal falava muita coisa também. Mas fui gostando dele e eu sabia se que soltasse ele iria morrer. Daí ele se apegou comigo e eu com ele. Hoje, é só amor. Não precisa ter aquele preconceito, ele é muito fofo”, disse a mamãe do gambazinho.

A alimentação de Bernardo não é algo simples, não. É balanceada porque o danado não come qualquer coisa. Sem falar que não existe uma ração própria para a espécie. Assim, o cardápio dele é “meio que no improviso mesmo”. “Eu dou dois ovos de codorna por dia, a papinha é da Nestlé de bebê e ração de gato molhada com sachê, porque ele não come qualquer coisa. É bem exigente”, afirma Daiane.

continua após publicidade

A nova família do bicho garante que ele é um dos gambás mais cheirosos que existe. Isso porque ele toma banho a cada dois dias e, segundo Daiane, aquele forte odor que os gambás soltam trata-se de uma defesa natural  para afugentar predadores na natureza. 

As informações são do GMC Online

Tags relacionadas: #gambá #maringa