Paraná

Meteoro passa pelo céu do Paraná; assista

Um meteoro cruzou o céu dos três estados da região sul do Brasil: Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Meteoro passa pelo céu do Paraná; assista
fonte: Reprodução
Meteoro passa pelo céu do Paraná; assista

Na madrugada desta quarta-feira (27), um meteoro cruzou o céu dos três estados da região sul do Brasil: Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. De acordo com a Rede Brasileira de Observação de Meteoros (BRAMON), pelo menos 8 câmeras registraram o fenômeno.

continua após publicidade

No Rio Grande do Sul, o meteoro foi visto passando por Bom Princípio e Taquaral. Já em Santa Catarina, câmeras de Florianópolis, Morro Grande e Monte Castelo registraram imagens da bola de fogo cruzando o céu, que também surgiu nas cidades paranaenses de Telêmaco Borba e Curitiba.

De acordo com o site Clima ao Vivo, em SC, presume-se que o brilho tenha se iniciado sobre o município de Benedito Novo e desaparecido cinco segundos depois, já sobre Garuva, próximo com a divisa do estado do Paraná.

continua após publicidade

Segundo Jocimar Justino de Souza, operador da BRAMON em Monte Castelo, a velocidade do objeto foi estimada em mais de 70 mil quilômetros por hora, e a equipe da instituição científica ainda trabalha numa análise mais detalhada sobre o evento ocorrido.

VEJA: 

 Veja a notícia: https://bit.ly/meteoro-sul-rs-pr-sc-27-10-2021 - Vídeo por: Clima ao Vivo  

continua após publicidade

O que são meteoros?

“Asteroides, meteoroides e cometas orbitam o Sol em uma velocidade altíssima, algo entre 40 mil e 266 mil quilômetros por hora”, diz Marcelo Zurita, diretor técnico da BRAMON e colunista do Olhar Digital. “Quando atingem a atmosfera da Terra nessa velocidade, mesmo fragmentos tão pequenos quanto um grão de areia são capazes de aquecer instantaneamente os gases atmosféricos, gerando um fenômeno luminoso chamado de meteoro. Então, o meteoro é apenas o fenômeno luminoso, nada mais”.

Sendo assim, um meteoro não é sólido, não é líquido e nem gasoso, é apenas luz. “Popularmente, o meteoro é também chamado de estrela cadente”, explica Zurita.

continua após publicidade

Segundo ele, de maneira geral, quanto maior o objeto, mais luminoso será o meteoro. E quando sua luminosidade supera o brilho de Vênus, o meteoro é comumente chamado de fireball ou bola de fogo. 

Algumas vezes, dependendo da velocidade e do ângulo de entrada, o meteoroide ou asteroide é grande o suficiente para atingir as camadas mais densas da atmosfera. Nesses casos, além de formar uma bola de fogo mais espetacular, o meteoro geralmente termina com um evento explosivo. 

continua após publicidade

Esse tipo de meteoro também é chamado de bólido, e popularmente é associado ao “final dos tempos”, “Jesus voltando” e outras profecias apocalípticas.

COM INFORMAÇÕES, OLHAR DIGITAL