Paraná

Mãe implora por corpo de filho desaparecido no Paraná; entenda

"Eu sei que mataram ele. Mas quero o corpo do meu filho, quero dar um enterro digno para ele", disse a mãe de Gabriel Eduardo, de 19 anos

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
O jovem está desaparecido desde o último sábado (30), quando saiu da casa da irmã
fonte: Arquivo Pessoal
O jovem está desaparecido desde o último sábado (30), quando saiu da casa da irmã

Gabriel Eduardo Colaço Costa, de 19 anos, está desaparecido desde o último sábado (30), quando saiu da casa da irmã, na Vila Nossa Senhora da Luz, em Curitiba, capital do Paraná. A mãe do jovem acredita que ele esteja morto, e o desespero da família comoveu a região.

continua após publicidade

Conforme relatado pela mãe de Gabriel, Claudia Soares Colaço, ele ficou na casa da irmã até  começo da madrugada de sábado (30). Quando saiu do imóvel para ir embora, tiros foram ouvidos e ninguém sabe ao certo o que aconteceu.

“Quando ele saiu da casa da irmã, ouvimos uma rajada de tiros. Levantei assustada com os disparos, mas como foi tudo muito rápido e ninguém falou nada, achei que não tinha acontecido nada”, contou Claudia.

continua após publicidade

No domingo (31), vizinhos começaram a comentar o caso e a mulher teria recebido a informação de que o filho estaria morto. “Eu tive a confirmação que ele tinha sido morto e jogado no porta-malas de um carro”. Desde então, Claudia e a família vivem o desespero da busca por informações que possam levá-los até Gabriel.

A mãe não acredita que encontrará o filho vivo, porém continua com o apelo para encontrá-lo mesmo sem vida. “Eu quero o corpo do meu filho, quero dar um enterro digno para ele. Quem fez isso, ligue anonimamente e fale onde está. É uma mãe que está pedindo, sofrendo muito”. 

Conforme informações do Banda B, a família contou que Gabriel possui envolvimento com drogas, mas estaria no caminho para viver longe do vício.

continua após publicidade


Em busca de Gabriel Eduardo

Desde o desaparecimento do jovem, foram recebidas informações de que o corpo teria sido desovado nas proximidades do Rio Barigui, na Cidade Industrial de Curitiba. Os familiares tentaram confirmar, mas o fato não se mostrou verídico.

continua após publicidade

Enquanto não possui informações sobre o filho, Claudia contou que está vivendo à base de calmantes e remédios.  "Eu sei que mataram ele. Ele nunca ficou sem me ligar, sem ao menos me mandar uma mensagem. Estou à base de calmante, não desejo a nenhuma mãe o que estou passando”. 

O desaparecimento de Gabriel Eduardo Colaço foi registrado no Departamento de Desaparecidos da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia Civil investiga a situação.


Fonte: Informações da Banda B.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News