Paraná

Lote com vacinas da Pfizer chega ao Paraná

Estado recebeu nesta quarta-feira (26) a quarta remessa de vacinas contra a Covid-19

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Lote com vacinas da Pfizer chega ao Paraná
fonte: AEN
Lote com vacinas da Pfizer chega ao Paraná

Nesta quarta-feira (26), o Paraná recebeu mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech. O lote de 37.440 doses faz parte da 21ª remessa de distribuição do Ministério da Saúde e chegou ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), às 20 horas.

continua após publicidade

A orientação do 19º Informe Técnico é de que as doses sejam destinadas à primeira aplicação (D1) em pessoas com comorbidades, deficiência permanente e gestantes e puérperas com comorbidades.

“Cada remessa de vacina que recebemos é a certeza de que mais paranaenses serão imunizados. As equipes do Centro de Medicamentos e da Imunização estão trabalhando agora para agilizar a distribuição destes imunizantes, viabilizando a descentralização das doses para mais municípios do Estado”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

continua após publicidade

ORIENTAÇÕES – A vacina norte-americana possui orientações específicas sobre armazenamento e aplicação das doses. O imunizante precisa ser diluído em soro fisiológico para aplicação e necessita de conjunto de seringas específicas de 1 ml. Além disso, o armazenamento das doses a longo prazo exige ultrafreezers que podem chegar a -80ºC.

“As vacinas chegam ao Estado em temperatura média de -20ºC. Nós realizamos o armazenamento das doses nesta mesma temperatura e quando a distribuição é definida, os imunizantes são enviados de 2ºC a 8ºC para os municípios. A partir do recebimento, as equipes municipais têm até cinco dias para aplicarem as doses”, informou Margely de Souza Nunes, diretora do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar).

Com aporte de R$ 80 milhões, governador sanciona auxílio emergencialEm dois meses, 632 mil vacinas foram aplicadas nos finais de semana

continua após publicidade

DESCENTRALIZAÇÃO – Beto Preto explica que pelas condições diferenciadas de administração e conservação da vacina, cada lote recebido da Pfizer precisa de uma análise antes da distribuição.

“O Programa Estadual de Imunização verifica o número de doses recebidas e a capacidade de armazenamento e aplicação dos municípios, que precisam utilizar essas vacinas em até cinco dias. Após isso é definido a distribuição e a descentralização das doses”, explicou.

“No primeiro lote somente a Capital foi contemplada, conforme recomendação do Ministério da Saúde, mas graças à ampla rede de imunização do Estado em todas as regiões, estamos conseguindo distribuir essas vacinas para cada vez mais municípios”, arrematou o secretário.

continua após publicidade

As doses da Pfizer já foram distribuídas para Curitiba, Maringá, Cascavel, Londrina, Ponta Grossa, Guarapuava, Foz do Iguaçu, Araucária, Campo Largo, São José dos Pinhais, Colombo e Pinhais.

LOTES – O Paraná recebeu até agora 2.566.950 doses da vacina AstraZeneca/Fiocruz, 2.550.400 doses da vacina CoronaVac/Butantan e 177.840 doses da Pfizer/BioNTech, somando 5.295.190 vacinas.

Tags relacionadas: #COVID-19 #paraná #vacina