Londrina viabiliza ampliação de 40 leitos hospitalares - TNOnline
Mais lidas

    Paraná

    PARANÁ

    Londrina viabiliza ampliação de 40 leitos hospitalares

    Londrina viabiliza ampliação de 40 leitos hospitalares
    Foto por Emerson Dias / Prefeitura de Londrina
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 05.06.2020, 21:17:35 Editado em 05.06.2020, 21:17:28
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O prefeito Marcelo Belinati anunciou, nesta sexta-feira (5), que a Prefeitura de Londrina irá ceder 44 profissionais da área de Enfermagem, para atuarem diretamente no enfrentamento à pandemia de COVID-19. Estes profissionais, que foram contratados por período determinado pelo Município, terão seus contratos prorrogados, e irão recompor a equipe do Hospital Universitário de Londrina, que é referência em casos de coronavírus tanto em Londrina como em toda região.

    A contratação temporária se deu no início do ano, quando Londrina devido aos casos de dengue. Os auxiliares de enfermagem e enfermeiros foram lotados no Centro Especializado de Atendimento à Dengue que foi desativado esta semana, dada a baixa procura. Ao ceder estes profissionais para as equipes do HU de Londrina, o Município vai viabilizar a abertura de mais 40 leitos hospitalares exclusivos para casos de coronavírus.

    Durante transmissão on-line, o prefeito explicou que o HU é referência na rede SUS para casos graves de COVID-19, em Londrina e mais 95 cidades da região. “São nove enfermeiros e 35 auxiliares de enfermagem que vamos ceder ao HU. Isso representa um investimento de aproximadamente R$200 mil por mês, totalizando R$600 mil pelo período de três meses”, disse.

    Marcelo frisou que Londrina possui uma condição privilegiada no enfrentamento da pandemia, com seis Unidades Básicas de Saúde exclusivas para casos suspeitos de COVID-19, além da UPA Sabará, que possui um Centro de Triagem 24 horas, também exclusivo para coronavírus. “Temos ainda o HU, que faz a retaguarda para os casos graves, e adquirimos outros 50 leitos do Hospital do Coração. No total, são mais de 400 leitos, entre UTI e enfermaria. Com essa estrutura que Londrina montou, teremos condição de bem atender a nossa população, garantindo a assistência necessária a todo londrinense que precisar”, enfatizou.

    O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, também participou do anúncio, e esclareceu que a medida trará ainda mais tranquilidade para a rede hospitalar do município. “A Prefeitura já contava com estes profissionais, então por meio dessa parceria iniciamos os trâmites de renovação dos contratos, para suprir essa necessidade do HU, viabilizando mais 40 leitos para a população”, citou.

    Para a diretora-superintendente do HU, Vivian Feijó, a ação é resultado da parceria entre o Município de Londrina e o governo do Estado. “Agradecemos a iniciativa da Prefeitura com esse reforço, pois desde o início o HU está se mobilizando para ampliar o atendimento da população. E essa ação da Prefeitura se soma a todo nosso trabalho, pois os leitos estão prontos, com recursos materiais e a infraestrutura necessária. Iniciaremos, a partir de segunda-feira (8), o treinamento e capacitação destes novos profissionais”, explicou.

    De acordo com Vivian, a previsão é de que, no dia 15 de junho, o HU disponibilize 10 novos leitos para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), e 20 de enfermaria. No dia 20, outros 10 leitos de UTI serão ampliados, totalizando 40 novos leitos, ao todo, para pacientes com coronavírus.

    Com informações da Prefeitura de Londrina

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Paraná

    Deixe seu comentário sobre: "Londrina viabiliza ampliação de 40 leitos hospitalares"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.