Justiça nega liminar para retorno remoto às aulas na UEM - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Pandemia

Justiça nega liminar para retorno remoto às aulas na UEM

Foto por da redação
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Estudantes do 5º Ano de Direito da Universidade Estadual de Maringá (UEM), entraram com ação popular na Justiça, propondo a volta imediata de forma remota das aulas. Por sua vez, o juiz responsável pela 2ª Vara da Fazenda Pública de Maringá, indeferiu a ação e pediu a Promotoria de Justiça e a própria UEM, que se manifestem a respeito. Segundo informações da Rádio CBN de Maringá, o processo está em andamento a espera de avaliação sobre o mérito.

A UEM nem chegou a iniciar o ano letivo em 2020, devido a pandemia e está debatendo desde o último dia 15 de julho, formas remotas de retorno. Ainda conforme a publicação, o tema foi retirado de pauta e volta a pauta na próxima semana.

Com CBN Maringá

Deixe seu comentário sobre: "Justiça nega liminar para retorno remoto às aulas na UEM"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.