Justiça determina saída de professores da porta do Palácio Iguacu - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Sindicato

Justiça determina saída de professores da porta do Palácio Iguacu

Foto por Reprodução
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A APP-Sindicato informou em suas redes sociais que atendendo pedido da procurador do Estado, Roberto Altheim, o juiz substituto, Fábio Luiz Decoussau Machado, determinou a saída dos profissionais de escolas que estão há quase 30 horas em greve de fome na porta do Palácio Iguaçu. A direção da entidade, diz que recorrerá da decisão.

A movimentação começou na quinta-feira (19), depois que os manifestantes tiveram que deixar o interior da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). O ato teve como principal motivação a proposta do governo de aplicar provas para o Processo Seletivo Simples (PSS), no Estado.

Nesta sexta-feira, completou 24h e greve de fome por parte de um grupo de professores em sequência dos protestos iniciados com a provocação de reação do parlamento.

A APP, informou que monitora as condições de saúde dos(as) grevistas. Segundo a direção da entidade, foi disponibilizado uma unidade móvel de atendimento, com socorristas, para que a integridade dos(as) trabalhadores(as) em jejum seja monitorada. 

Sobre as reivindicações o sindicato relata que o governo ainda não apresentou proposta que justifique parar as manifestações que acontecem em todo estado em apoio ao protesto na capital. 

Deixe seu comentário sobre: "Justiça determina saída de professores da porta do Palácio Iguacu"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.