Justiça anula decreto e determina volta às aulas em Londrina - TNOnline
Mais lidas

    Paraná

    ENTENDA

    Justiça anula decreto e determina volta às aulas em Londrina

    Justiça anula decreto e determina volta às aulas em Londrina
    Foto por Agência Estadual
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 06.02.2021, 21:36:42 Editado em 06.02.2021, 21:37:03
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A juíza Isabele Papafanurakis Ferreira Noronha deferiu o pedido do Ministério Público de Londrina e autorizou neste sábado (06), o retorno das aulas no município. A ação civil pública contra o decreto municipal que prorrogava o período de suspensão das aulas presenciais nas redes pública e particular de ensino até o dia 28 de fevereiro, foi ajuizada pela 10ª e da 22ª Promotorias de Justiça de Londrina.

    O pedido era para que fosse autorizado o imediato retorno das aulas presenciais nas creches e escolas do ensino infantil da cidade, tanto públicas como privadas, “de forma híbrida, gradual, facultativa, respeitando-se todas as normas sanitárias. 

    Na decisão a juíza determinou o anulamento do decreto. "O retorno presencial deverá ser implementado de forma híbrida, gradativa e como opção facultativa aos pais, observando-se todas as regras e protocolos de controle sanitários previstos na resolução 632/20 SESA, bem como no Decreto nº. 4960 de 02 de julho de 2020 e Resolução Conjunta n.º 01/2020 –CC/SEED de 06 de julho de 2020 (Comitê “Volta às Aulas”)".

    Ainda segundo a juíza, " Somente estão autorizados a funcionarem imediatamente na modalidade presencial, híbrida, os estabelecimentos que já estiverem preparados para cumprirem as restrições sanitárias previstas na legislação sanitária e protocolos acima invocados. Aqueles que ainda não se encontram nestas condições deverão permanecer namodalidade remota, fixando-se o prazo de 10 (dez) dias úteis para que procedam às adaptações pertinentes. O caráter facultativo de adesão ao sistema presencial, na modalidade híbrida, terá vigência enquanto existentes as restrições decorrentes da pandemia".

    Com informações,  Tarobá News

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Paraná

    Deixe seu comentário sobre: "Justiça anula decreto e determina volta às aulas em Londrina"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.