Paraná

Inverno terá ondas de frio mais rigorosas sob influência do La Niña

Em Apucarana, temperaturas devem permanecer amenas nesta semana; frio deve ficar mais intenso em julho

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Neste ano há previsão de que as temperaturas baixas persistam em todo o sul do país justamente por conta do La Niña
fonte: Foto: Jair Ferreira/Bela Facce
Neste ano há previsão de que as temperaturas baixas persistam em todo o sul do país justamente por conta do La Niña

A estação mais gelada do ano começa oficialmente nesta terça-feira (21), às 6h14, no hemisfério sul e, segundo o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), há previsão de ondas de frio mais rigorosas por conta da influência do fenômeno climático La Niña.

continua após publicidade

De acordo com o meteorologista do Simepar, Lizandro Jacóbsen, o inverno deve trazer consigo fortes resfriamentos, em especial no mês de julho. E neste ano há previsão de que as temperaturas baixas persistam em todo o sul do país justamente por conta do La Niña.

Em Apucarana, a previsão é de temperaturas amenas nesta semana com mínimas de até 14ºC e máximas de até 26ºC. No entanto, a partir da próxima semana, a tendência de resfriamento, com possibilidade de atingir mínima de 6ºC e máxima de 15ºC no dia 29 de junho (quarta-feira). Conforme o Simepar, a tendência é que as temperaturas caiam ainda mais no próximo mês. 

continua após publicidade

Alguns fenômenos meteorológicos são bastante comuns nesta época do ano, como formação de nevoeiros ao amanhecer e ocorrência de geadas em episódios de forte resfriamento. Neste caso, o Simepar mantém juntamente com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR) o sistema de alerta geadas que proporciona ao agricultor alertas com até 72 horas de antecedência.

“Fenômenos como neve e outros tipos de precipitação invernal requerem acompanhamento e monitoramento das condições meteorológicas de forma mais constante. Não é possível prever com tanta antecedência. O certo é que teremos um inverno bem semelhante ao que foi o ano passado”, disse Jacóbsen.

Também é esperada chuva dentro da média, ou ligeiramente abaixo da média em algumas regiões, principalmente no norte paranaense onde essa quantidade de chuva varia um pouco mais. Já na metade Sul alguns sistemas frontais podem perdurar por mais alguns dias, podendo causar chuvas um pouco acima da média.

continua após publicidade

ENTENDA O QUE É LA NIÑA

O La Niña ocorre quando ventos fortes "empurram" as águas quentes da superfície do Oceano Pacífico, que estão próximas à América do Sul, e as levam em direção às Filipinas. Com isso, as águas frias submarinas sobem à superfície, resfriando a atmosfera. Sua ocorrência gera uma série de mudanças significativas nos padrões de precipitação e temperatura ao redor da Terra, sendo responsável por invernos rigorosos e grandes secas.