Paraná

Homem é preso por suspeita de exploração sexual de menores

O mandado de prisão foi cumprido em uma clínica de recuperação para dependentes de álcool, onde o suspeito fazia tratamento.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Homem é preso por suspeita de exploração sexual de menores
fonte: Equipe GMConline

Um homem de 64 anos foi preso na manhã desta quinta-feira, 31, em Marialva (a 20 quilômetros de Maringá), suspeito de exploração sexual de menores de idade. A operação foi conduzida pela Polícia Civil, através do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria) de Maringá.

continua após publicidade

Conforme as investigações, o suspeito cometeu os crimes em Maringá, cidade onde residia até pouco tempo. Ele oferecia dinheiro às vítimas, com valores entre R$ 10 e R$ 30, para que os jovens praticassem com ele atos libidinosos. Até o momento, três vítimas foram identificadas, entre elas uma criança de 10 anos.

A Polícia chegou até o suspeito após a denúncia da diretora da escola em que os menores estudam, que tomou conhecimento dos abusos, como explica a delegada do Nucria de Maringá, Karen Friedrich Nascimento.

continua após publicidade

“O caso ocorreu aqui em Maringá e, quando ocorreu, ele residia em Maringá, inclusive ele era vizinho desses meninos. Consta nas investigações que ele oferecia dinheiro, com valores que variavam entre R$ 10 a R$ 30 reais, a crianças e adolescentes, para que esses menores praticassem atos libidinosos consistentes em sexo oral. Consta também nas investigações que muitos adolescentes tinham o hábito de frequentar a residência desse homem, ele oferecia refrigerante, oferecia salgados e permitia que os adolescentes andassem com a motocicleta dele pelos bairros da cidade”, detalhou.

O mandado de prisão foi cumprido em uma clínica de recuperação para dependentes de álcool, onde o suspeito fazia tratamento. Ele permanece preso e responderá pelos crimes de estupro de vulnerável e favorecimento a exploração sexual de criança/adolescente.

As informações são do GMConline.