Paraná

Homem é morto a tijoladas em bairro de Ponta Grossa

Ainda não há informações sobre a identificação da vítima, que está na unidade do IML no município

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
O assassinato na Nova Rússia é o segundo caso, em menos de 24 horas
fonte: Márcio Lopes/aRede
O assassinato na Nova Rússia é o segundo caso, em menos de 24 horas

Um homem foi morto a tijoladas na região da Nova Rússia e teve o corpo encontrado no início da manhã desta sexta-feira (22). O crime brutal foi cometido na rua Prefeito Campos Mello, próximo de um supermercado da região; segundo testemunhas, por volta das 5h30, o Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa foi acionado por equipes da Guarda Municipal (GM) e se deslocou até o local para o recolhimento do corpo.

continua após publicidade

Ainda não há informações sobre a identificação da vítima, que está na unidade do IML no município, e sobre possíveis autores ou motivação do crime. O assassinato na Nova Rússia é o segundo caso, em menos de 24 horas, de vítima encontrada em óbito após ação criminosa.

Morte no Jardim Ibirapuera 

continua após publicidade

Um homem de identidade não revelada foi encontrado morto em um terreno baldio, no final da manhã de quinta-feira (21), na Rua Joanito Costa Ribeiro, no Jardim Ibirapuera, região de Oficinas, em Ponta Grossa. A Polícia Militar isolou o local. A Criminalística realizou perícia no local. Vítima estava com ferimentos na cabeça, segundo informou o IML.

Segundo informações apuradas pelo Portal aRede apontam que populares identificaram um homem caído no terreno baldio e acionaram equipes do Samu. Chegando no local, os socorristas viram o corpo coberto e somente a cabeça para fora. A equipe confirmou que a vítima já estava em óbito e apresentava ferimentos na cabeça. A Polícia Militar isolou o local e o Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo para a realização de exames de necropsia.

Quem encontrou o corpo foi Jorge Maurício, morador de Palmeira, que estava visitando um amigo em Ponta Grossa. Ele acabou avistando algo ‘estranho’ no terreno. “Eu abri meu carro e sai dar uma voltinha. Percebi neste terreno que tinha algo estranho. Fui dar uma conferida e percebi (o corpo). Falei para as pessoas que estavam construindo ali do lado e elas foram lá ver. Nós constatamos que ele estava morto e acionamos a equipe da polícia,” disse Jorge.

continua após publicidade

Jorge contou ainda que conversou com vizinhos e que ninguém viu ou ouviu nada. Ele percebeu marcas no chão. “Nenhum dos vizinhos ouviu nada, conversamos com todos eles e ninguém chegou a ver nada. Eu vi só a cabeça da vítima, que tinha um ferimento do lado direito. Também havia um rastro. Arrastaram ele pela terra”, contou.

Com informações de André Bida e Mário Martins/ aRede

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News