"Grande número de abstenções é devido à pandemia", diz secretário da saúde do PR - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Paraná

"Grande número de abstenções é devido à pandemia", diz secretário da saúde do PR

Foto por Arquivo TN
Escrito por Fernanda Neme
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Neste domingo (15), 8.152.710 eleitores paranaenses estariam aptos para votar e elegerem prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em 399 municípios. Porém, de acordo com o Tribuna Superior Eleitoral (TSE), 6.258.467 (76,77%) compareceram aos locais de votação, totalizando a abstenção de 1.894.243 (23,23%). 

O Paraná teve 4.801 locais de votação divididos em 21.855 seções eleitorais. Curitiba é a cidade com o maior eleitorado, com 1.349.888 eleitores, seguida por Londrina, com 376.073 pessoas aptas a votar, Maringá (279.500), Cascavel (223.090) e Ponta Grossa (239.611). Estas são as cinco cidades com mais de 200 mil eleitores no Estado. 

Capital

Curitiba registrou nas eleições municipais de 2020 quase o dobro de abstenções em relação a 2016. Foram 407.421 eleitores que deixaram de ir às urnas – 30,18% do total. Nas eleições municipais anteriores esse índice  foi de 16,44%.

Londrina e Maringá

Em Londrina, dos 376.073 eleitores, apenas 278.784 foram votar em seus candidatos, uma abstenção de cerca de 25%. Em Maringá o número também foi significativo. Foram contabilizados 195.581 votos, de 279.500 eleitores da cidade, aproximadamente 30%. 

Norte do Paraná

Em Apucarana, conforme informações do TSE, tem 91.751 mil eleitores. Porém, nestas eleições participaram apenas 67.464, 26.4% não foram ás urnas. Em Arapongas, que conta com 79.682 eleitores, 60.824 compareceram às urnas, 23.6% deixaram de votar. Em Ivaiporã, que tem 25.152 eleitores, teve 19.393 pessoas que foram votar, 22.8% não compareceram aos locais de votação neste domingo (15). 

Saúde

Para o secretário de saúde do Paraná, o médico apucaranense Beto Preto, o maior número de abstenções se deve à pandemia do coronavírus. "Isso se deve à pandemia da Covid-19. É uma situação não só aqui, mas em todo o Brasil. O próprio TRE e TSE falavam sobre isso. Eu percebi isso durante o dia com um menor fluxo de pessoas nos locais de votação", disse o secretário  durante entrevista ao TNOnline, na tarde deste domingo (15). 

Com informações do Tribuna Superior Eleitoral (TSE). 

Deixe seu comentário sobre: ""Grande número de abstenções é devido à pandemia", diz secretário da saúde do PR"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.